Pontos negativos do livro sun tzu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5943 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AMBEV
ANTECEDENTES DA FUSÃO

Case elaborado por Michelle R. Higuthi, sob supervisão do
Prof. Alexandre Gracioso

Destinado exclusivamente ao estudo e discussão em classe, sendo proibida a sua utilização ou reprodução em
qualquer outra forma. Direitos reservados ESPM/EXAME.

www.espm.br centraldecases@espm.br
(11) 5085-4625

*Resumo

Este caso discute a necessidade de fusões entreempresas concorrentes, como forma de
enfrentar as oportunidades e desafios do novo ambiente global de negócios. A fusão entre a Brahma e
Antarctica é um bom exemplo disso. Se essas empresas não tivessem se unido, correriam o sério
risco de serem “engolidas” por um concorrente estrangeiro. No entanto, após a fusão, é a AMBEV
que passa a ameaçar os mercados dos fabricantes dos outros países. Háuma contradição entre as
leis antitruste e a nova realidade do mercado global. O futuro parece pertencer aos gigantes que
operam em escala mundial.
PALAVRAS-CHAVE: fusão, ambiente global de negócios, leis antitruste

*Abstract

This case discusses the need for merges between opposite companies, as an alternative to face
opportunities and challenges in a new kind of world business scenario.The merge involving the
companies Brahma and Antarctica is a good example of this. If those companies hadn´t merged,
they would have had the risk of being acquired by a foreign company. However, after the merge,
AMBEV is seen as a “threat” abroad. There is a contradiction between antitrust laws and the
actual global market reality, in the sense future seems to belong to giant companies thatoperate
worldwide.
KEYWORDS: merge, world business scenario, antitrust laws

www.espm.br/publicações 

Estrutura do Case

1.
2.
3.
4.
5.

Introdução
Principais cervejarias antes da fusão
Processo de Fusão
Conclusão
Anexos

www.espm.br/publicações 

nários em particular e dos necessitados em geral.

1. INTRODUÇÃO

Através dos anos, o processo de expansão manteveNo dia 1ºde julho de 1999, o mercado de cervejas

se como prioridade, com a construção de novas fábri-

e refrigerantes foi surpreendido pelo anúncio da fu-

cas e compra de concorrentes mais fracos, entre eles

são de duas grandes empresas do setor brasileiro,

a Bohemia . Em 1970, a Antarctica produzia mais de

a Antarctica e a Brahma, formando a terceira maior

500 milhões de litros decerveja e refrigerantes. Ao

cervejaria do mundo, a AmBev, Companhia de Bebi-

final daquela década, a empresa começou a se ex-

das das Américas (American Beverage Company). A

pandir internacionalmente, através da exportação do

união passaria a concentrar 73% do mercado de cer-

Guaraná Antarctica.

veja, fato que desagradou a muitos no setor e levou o
Cade (Conselho Administrativode Defesa Econômica)

Nos anos 80, foi formado o Grupo Antarctica com 22

a suspender a fusão até que fosse avaliado o impacto

empresas coligadas. Em 1992, a Antarctica iniciou um

do acontecimento no mercado interno.

profundo processo de modernização, para enfrentar
o mercado que se tornara mais competitivo. Nesse

A “guerra” foi mais visível e direta entre as marcas deprocesso, a empresa reduziu o quadro de funcioná-

cerveja, um segmento que é bastante promissor no

rios, aumentou a qualificação de novos profissionais

Brasil, que é o quarto maior mercado do mundo. Po-

contratados e ampliou sua linha de produtos.

rém, perto de outros países o consumo per capita de
cerveja no Brasil ainda é baixo, ficando em torno de

Ao longo dos anos 90, o segmento decerveja come-

44 litros, frente aos 100 litros per capita consumidos

çou a ficar cada vez mais competitivo com o fortale-

na Alemanha e aos 80 litros consumidos nos EUA.

cimento da Brahma e com o crescimento da Kaiser,
o que tornou o quadro desfavorável para a Antarc-

Apesar de toda a controvérsia, no final a fusão foi

tica, que começou a perder fatias deste mercado....
tracking img