Politicas sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2535 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL










POLIANA ALENCAR DA COSTA DA SILVEIRA













SERVIÇO SOCIAL E POLÍTICA SOCIAL NO BRASIL









Sousa
2012




POLIANA ALENCAR DA COSTA DA SILVEIRA

















SERVIÇO SOCIAL E POLÍTICA SOCIAL NO BRASIL







Trabalho apresentado ao curso de ServiçoSocial da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina Produção textual interdisciplinar individual.

Profª. Amanda Boza, clarice da Luz kernkamp, maria lucimar Pereira e Paulo Sérgio Aragão














Sousa-PB
2012



INTRODUÇÃO


Nesse contexto, foi promulgada uma série de medidas de políticas sociais forma de enfrentamento das múltiplas refrações daquestão social, ao mesmo tempo em que o Estado conseguia a adesão dos trabalhadores, da classe média e dos grupos dominantes, donos do capital. O governo populista adotava, ao mesmo tempo, mecanismos de centralização político-administrativa, que favoreciam o aumento da produção, dando condições para a expansão e a acumulação capitalista.
Relacionando o Serviço Social com a questão social e com aspolíticas sociais do Estado, tornou-se necessário o debate de alguns elementos da problemática do Estado: o Estado liberal, o Estado intervencionista, e as funções educativas, políticas e sociais que se desenvolvem no âmbito do Estado moderno. Os processos de institucionalização do Serviço Social, como profissão, estão relacionados com os efeitos políticos, sociais e populistas do governo de Vargas. Aimplantação dos órgãos centrais e regionais da previdência social e a reorganização dos serviços de saúde, educação, habitação e assistência ampliaram de modo significativo o mercado de trabalho para os profissionais da área social. O Serviço Social, como profissão e como ensino especializado, beneficiou-se com esses elementos históricos conjunturais. Ao mesmo tempo em que se ampliava o mercado detrabalho, criavam-se as condições para uma expansão rápida das escolas de Serviço Social O trabalho humano se encontra na base de toda a vida social. Os homens, impulsionados pelas necessidades vitais, apropriam-se da natureza e produzem os bens necessários a sua manutenção, que lhes dão condições de existir, de se reproduzir e de “fazer historia”,.




DESENVOLVIMENTO



Em meados dadécada de 30, do século XX, quando o Serviço Social surgiu no Brasil, registrava-se no País uma intensificação do processo de industrialização e um impulso significativo rumo ao desenvolvimento econômico, social, político e cultural. Essas mudanças no contexto sociopolítico e econômico brasileiro iniciaram com a Revolução de 1930, considerada um evento marcante da história contemporânea brasileira.A partir de 1930, o Brasil entrou num período de maior desenvolvimento econômico, que se refletiu no aumento da renda percapita, dos salários reais e do consumo
O Estado, com sua concepção liberal, expressa mais manifestamente na Constituição Brasileira de 1891, negavam-se a intervir nos conflitos entre patrões e empregados e se opunha a realizações sociais distributivas de caráterobrigatório. A Constituição de 1988 instituiu o arcabouço jurídico que permitiu a consolidação do regime democrático no Brasil. Um conjunto de direitos sociais foi ali estabelecido como resultado de um longo e conflituoso processo de mobilizações sociais e políticas que marcaram os anos 1970 e 1980.
A partir da nova Carta constitucional, os conselhos se institucionalizaram em praticamente todo
o conjuntode políticas sociais no país, representando uma nova forma de expressão de interesses e de representação de demandas e atores junto ao Estado.
Ocorriam também movimentos políticos contra a administração pública, considerada ineficiente, inábil e retrógrada, protestando-se contra o status que e a falta de soluções para as crises sociais, políticas e econômicas.
Vargas ainda estava no poder...
tracking img