po po po.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3343 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
CINESIOTERAPIA

ALONGAMENTO.

DEFINIÇÃO

Alongamento é uma manobra terapêutica cuja
finalidade é aumentar a mobilidade dos tecidos
moles e subsequentemente melhorar a amplitude
de movimento por meio do aumento do
comprimento de estruturas que tiveram
encurtamento
adaptativo
e
tornaram-se
hipomóveis com o tempo.

Flexibilidade / Extensibilidade.
Flexibilidade é a habilidadede mover uma
única articulação ou uma série de articulações de
maneira suave e confortável por meio da
amplitude de movimento irrestrita e sem dor.
Extensibilidade é a habilidade das unidades
musculotendíneas que cruzam uma articulação de
relaxar e ceder a uma força de alongamento.

Hipomobilidade.
Hipomobilidade refere-se à diminuição,
restrição ou limitação da mobilidade causada peloencurtamento adaptativo dos tecidos moles.

Os fatores incluem:
-Imobilização prolongada de um segmento do corpo.
-Estilo de vida sedentário.

-Desalinhamento postural e desequilíbrios musculares.
-Desempenho muscular comprometido associado a um
conjunto de distúrbios musculoesqueléticos ou
neuromusculares.

-Trauma dos tecidos resultando em inflamação e dor.
-Deformidades congênitasescoliose e cifose.

ou

adquiridas

como

Contratura muscular.

Contratura é o encurtamento adaptativo da
unidade musculotendínea e outros tecidos moles
que cruzam ou cercam uma articulação,
resultando em resistência significativa ao
alongamento passivo ou ativo e limitações na
amplitude de movimento.

• Tipos de contratura.
– Contratura miotática: refere-se ao encurtamentoadaptativo da unidade musculotendínea e à perda
significativa de amplitude de movimento sem a
presença de uma patologia muscular específica. É
uma contratura reversível em um tempo
relativamente
curto
com
exercícios
de
alongamento.

• Contratura pseudomiotática: refere-se ao
comprometimento da mobilidade decorrente de
hipertonicidade/espasticidade associada com
lesões do sistemanervoso central, lesão
medular ou traumatismo cranioencefálico. O
alongamento passivo do músculo
aparentemente encurtado é possível por meio
de procedimentos inibitórios de relaxamento.

-Contratura artrogênica e periarticular: a
contratura artrogênica é o resultado de uma
patologia intra-articular; enquanto a contratura
periarticular refere-se à rigidez dos tecidos
conjuntivos quecruzam ou se inserem na
articulação.

-Contratura fibrótica e irreversível:
refere-se à alteração fibrótica/aderência no
tecido conjuntivo dos músculos e estruturas
periarticulares.

PROPRIEDADES DOS TECIDOS MOLES E SUAS
RESPOSTAS À IMOBILIZAÇÃO E AO ALONGAMENTO.
A compreensão das propriedades dos tecidos moles e de suas
respostas à imobilização e ao alongamento é a base paraprocedimentos de alongamentos mais seguros e efetivos em um
programa de exercícios terapêuticos.
O alongamento de tecidos moles contráteis e não-contráteis
produz alterações elásticas e plásticas.

Elasticidade

Plasticidade

Propriedades mecânicas do tecido contrátil.

Resposta ao alongamento.

-Durante o alongamento do músculo, a força de alongamento é
transmitida para as fibras muscularesatravés do tecido conjuntivo
dentro e em torno das fibras.

Resposta à imobilização.
-Diminuição no número de miofibrilas com conseqüente atrofia
e fraqueza muscular.

O tempo de duração da imobilização e a posição na
qual o músculo é imobilizado afetam a extensão da
atrofia e a perda de força.
A composição do músculo também afeta sua resposta à
imobilização, pois a atrofia ocorre maisrapidamente nas
fibras musculares do tipo I do que nas fibras do tipo II.

Quanto maior a duração da imobilização, maior a
atrofia do músculo e a perda de força funcional.

Propriedades neurofisiológicas do tecido contrátil.
Todas as técnicas de alongamento baseiam-se na premissa do
reflexo de alongamento (estiramento), que envolve dois receptores
musculares - o órgão tendinoso de...
tracking img