Pluralidade cultural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1136 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
APRESENTAÇÃO - DOSSIÊ

3

DOSSIÊ “PLURALIDADE CULTURAL”

Revista Múltiplas Leituras, v.2, n. 1, p. 5-7, jan. / jun. 2009

4

REVISTA MÚLTIPLAS LEITURAS

Revista Múltiplas Leituras, v.2, n. 1, p. 5-7, jan. / jun. 2009

APRESENTAÇÃO - DOSSIÊ

5

APRESENTAÇÃO

A relevância do tema da pluralidade cultural tem sido plenamente reconhecido, embora de relativamente tardiaintrodução nas pesquisas e práticas educacionais. Tardia, porque foi apenas a partir do final dos anos 1980 e início dos anos 1990 que se passa a debater as possibilidades educativas e as múltiplas formas de tratamento das questões de pluralidade cultural no contexto escolar – questões que lá se encontravam e cuja introdução na escola já constituía objeto de reivindicação de movimentos sociais diversos,em particular daqueles voltados a superar a discriminação e o racismo. Preliminarmente pouco compreendido, até pelas práticas entranhadas no cotidiano escolar que tendem a homogeneizar um contexto que só tem a ganhar com o reconhecimento da diversidade e incorporação de seus benefícios, rapidamente o tema ganhou força e impactos diversos, advindos da urgência de que se revestia pelas demandassociais, de combate ao racismo e à exclusão. A incorporação do estudo da pluralidade cultural como tema transversal nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) trouxe o reconhecimento oficial do tema, com o Estado brasileiro reconhecendo que a escola, freqüentemente, discrimina e acentua uma característica da sociedade brasileira, de excluir com base em estereótipos e estigmas, denegando, contudo,essa prática. Um aspecto central no trabalho escolar centrado na pluralidade cultural refere-se à oportunidade de formação que se apresenta, quando a escola se abre ao tema. Ou seja, trabalhando com crianças, adolescentes, jovens, a escola pode focar na formação desses cidadãos, do ponto de vista de sua relação com o Estado e os direitos/deveres inerentes à relação, colaborando na transformaçãosocial. Ou seja, a denúncia da situação social é relevante, porém o trabalho no interior da escola pode ter
Revista Múltiplas Leituras, v.2, n. 1, p. 5-7, jan. / jun. 2009

6

REVISTA MÚLTIPLAS LEITURAS

um caráter formativo a partir do conhecimento das vidas e modos de ser de diferentes grupos humanos que compõem a sociedade brasileira, e que partilham todos, igualmente, da mesmacidadania. Ao passar para o campo da pesquisa em pluralidade cultural, não são poucos nem pequenos os desafios, porque se trata de, ao mesmo tempo, reconhecer a contribuição de tradições diversas, de seus saberes e fazeres, convidando-as a dialogar com o que de melhor oferece o avanço científico. Este dossiê que a revista Múltiplas Leituras oferece em seu terceiro número, assim, propõe-se a trazer umpouco da vivência de pesquisadores que têm vivido esse desafio com dedicação científica e coragem existencial para propor inovações em temas sobre os quais lançam seu olhar a partir de suas próprias vivências. Rigorosos, exigentes, cada um e cada uma que aqui comparece com seu artigo, fruto de suas investigações, procura dialogar com o leitor de Múltiplas Leituras trazendo uma visão inovadora erelevante para a educação brasileira. Deixando para o final o artigo de Roseli Fischmann e Joaquim Gonçalves Barbosa que explora as possibilidades epistemológicas do tema e da abordagem plural, pode ele aqui ser mencionado em primeiro lugar, por ser um convite à compreensão de como os diferentes artigos aqui presentes tratam de temas e situações que podem estar em qualquer das escolasbrasileiras, embora muitas vezes invisibilizados, prática freqüente nos processos de discriminação e exclusão. Assim, um olhar para a formação cultural da sociedade brasileira de cunho ancestral, com a presença dos trabalhos de Inaicyra Falcão dos Santos e Daniel Munduruku, oferece contribuição às mudanças havidas no artigo 26 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB, Lei n. 9394/96...
tracking img