Plunge router

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7426 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Mattar r

et al.

Artigo

de

Revisão

intolerância à l actose: mudança de paradigmas com a
biologia molecular
rejane mattar1*, daniel Ferraz de campos mazo2
Trabalho realizado no Departamento de Gastroenterologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP

*Correspondência:
Av. Dr. Enéas de Carvalho
Aguiar 255, 9° andar, sala
9159
Cerqueira CesarCEP: 05403-000
São Paulo - SP
rejane-mattar@ig.com.br

Resumo
Na maioria dos mamíferos a atividade da enzima lactase diminui na parede intestinal após o desmame,
caracterizando a hipolactasia primária que provoca sintomas de intolerância à lactose. A intensidade
dos sintomas de distensão, flatulência, dor abdominal e diarreia variam, dependendo da quantidade
de lactose ingerida, e aumentamcom o passar da idade. A hipolactasia é determinada geneticamente,
porém uma mutação ocorreu para que fizesse parte da humanidade tolerar o leite na idade adulta.
O diagnóstico é feito por teste de tolerância, empregando a lactose como desafio. Com a descoberta
dos finlandeses do polimorfismo associado com a persistência da lactase, principalmente no norte da
Europa, o exame genético passou aser outra ferramenta diagnóstica mais confortável para o intolerante.
No Brasil, 43% dos brancos e dos mulatos têm alelo de persistência da lactase, sendo a hipolactasia
mais frequente entre os negros e japoneses. Entretanto, na prática clínica indivíduos com hipolactasia
podem ser orientados a consumir alguns derivados do leite e alimentos contendo lactose sem apresentar sintomas deintolerância, enquanto que outros terão que fazer restrição de lactose na dieta.
UniterMos: Intolerância à lactose. Fatores de lactose. Epidemiologia. Biologia molecular.

introdução
Conceito
Má absorção ou má digestão de lactose é a diminuição na capacidade de hidrolisar a lactose, que é resultante da hipolactasia. A
hipolactasia significa diminuição da atividade de enzima lactase
na mucosa dointestino delgado1, também denominada recentemente de “lactase não persistente”2. O aparecimento de sintomas
abdominais por má absorção de lactose caracteriza a intolerância
à lactose. A má absorção de lactose nem sempre provoca sintomas
de intolerância à lactose1. Após o desmame, ocorre uma redução
geneticamente programada e irreversível da atividade da lactase
na maioria das populações do mundo,cujo mecanismo é desconhecido, resultando em má absorção primária de lactose3. Porém,
a hipolactasia também pode ser secundária a doenças que causem
dano na borda em escova da mucosa do intestino delgado ou que
aumentem significativamente o tempo de trânsito intestinal, como
nas enterites infecciosas, giardíase4, doença celíaca5, doença
inflamatória intestinal (especialmente doença de Crohn),enterites
induzidas por drogas ou radiação, doença diverticular do cólon6
e anemia (estudo em ratos, mostrando diminuição na expressão
gênica)7. Diferentemente da hipolactasia primária do adulto, a
hipolactasia secundária é transitória e reversível8.

Enzima lactase-florizina hidrolase da família 1 das glicosil
hidrolases
A estrutura primária traduzida da enzima lactase-florizina
hidrolasefoi deduzida a partir de sequências de cDNA, apresentando 1927 aminoácidos (NP_002290.2- número de acesso
no NCBI), sendo que as duas atividades de lactase e florizina
hidrolase (glicosilceramidase) se localizam no mesmo polipeptídeo9. A estrutura inicial tem peso molecular de 215000 e,
após ser processada provavelmente no complexo de Golgi, o
peso molecular cai para 160000, se ancorando namembrana
da borda em escova do enterócito10, porém em gel filtração
apresenta 320000 de peso molecular, sugerindo a formação
de dímeros11. É ancorada pelo segmento hidrofóbico próximo à
região carboxi-terminal, tendo pequena região hidrofílica carboxiterminal no citosol, com provável orientação amino-terminal fora
e carboxi-terminal dentro da célula9.
Gene LCT que codifica lactase...
tracking img