Plotino

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (606 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Podemos considerá-lo o último dos grandes filósofos da antiguidade. Fundador do neoplatonismo – última manifestação do platonismo no mundo antigo –, nasceu no Egipto em 203 ou 204 d.C. e faleceu em270. Há autores que referem Ammonius Saccas como seu fundador, e não Plotino. Terá estudado o pensamento oriental. No ano de 244, abriu em Roma uma escola que teve um enorme êxito, tendo tido comoauditor, entre outros, o imperador Galiano. A sua obra principal é As Enéadas, escrita em Roma e editada por Porfírio. Obra de referência da filosofia antiga. Nesta, é abordado o problema de Deus, suanatureza, da criação, do mundo físico e do homem. Influenciou quer pagãos quer cristãos. Santo Agostinho foi um dos grandes filósofos que a estudou meticulosamente e com base nela estruturou em parte oseu sistema. A metafísica de Plotino, também é uma trindade como no cristianismo, mas com valorações diferentes: primeiro o Uno, depois o Nous – que é identificado com o Espírito por uns e com oIntelecto por outros – e por fim a Alma. A transcendência de Deus é levada até aos seus limites. O nome que lhe deve ser atribuído é o de Uno, causa de todas as coisas, por demonstrar inequivocamente adiferença existente com tudo o que vem depois dele. O Uno exclui o múltiplo. Ele é o Bem. É o que É. Incognoscível, apenas isso, porque tudo transcende, ignorando mesmo a criação. Plotino é politeísta:“Não restringir a divindade a um único ser, fazêla ver multíplice como ela própria se manifesta, eis o que significa conhecer o poder da divindade, capaz, ainda que permanecendo aquele que é, de criar umamultiplicidade de deuses que se ligam com ele, existem para ele, e vêm dele”.
1

Deus não cria. Está imóvel no centro da criação. Do Uno emanam sucessivamente, com sensível e progressivadiminuição da perfeição, o Intelecto ou Espírito – a sua imagem mais próxima, a luz pela qual este se vê a si mesmo –, a Alma do mundo – que procede do Intelecto, elemento criador de onde provêm todas as...
tracking img