Plantas medicinais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2035 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE UNIÃO DAS AMÉRICAS
UNIAMÉRICA





ANA PAULA BIF
RÉGIS ARENHART
SANDRELIS DE ALMEIDA








USO DE PLANTAS MEDICINAIS























FOZ DO IGUAÇU
2012






ANA PAULA BIF
RÉGIS ARENHART
SANDRELIS DE ALMEIDA












USO DE PLANTAS MEDICINAIS




Projeto de pesquisa apresentado como requisito parcial paraaprovação na disciplina de Metodologia da Pesquisa Científica - Faculdade União das Américas – UNIAMÉRICA.

Orientador (a): Ivaneliza Simionato de Assis














FOZ DO IGUAÇU
2012

1 INTRODUÇÃO


“Desde os tempos imemoráveis, os homens, buscam na natureza recursos para melhorar sua própria condição de vida aumentando suas chances de sobrevivência. O uso das plantascomo alimento existiu e a este se incorporou a busca de matéria prima para confecção de roupas e ferramentas, além de combustível para o fogo” (LORENZI, 2002).
Com o passar do tempo o uso de plantas medicinais tem se tornado mais freqüente, segundo Lorenzi, 2002 era utilizado desde o tempo dos homens das cavernas, até a produção e industrialização feitas pelos homens em laboratórios, administradona forma de misturas completas como chás, garrafadas, pós, ou até transformados em comprimidos, pomadas, gotas.
O principio ativo da planta seja ela substancia pura ou mistura é chamado de complexo fitoterápico.
“A planta medicinal quando bem escolhida e usada de forma correta, só difere do medicamento industrial feita com a substancia isolada pela embalagem e pelas substâncias corantes,aromatizantes, flavorizantes, encorpantes e conservantes que acompanham o principio ativo neste tipo de medicamento” (LORENZI, 2002)






















2 PROBLEMA
De que modo as pessoas costumam utilizar as plantas medicinais, para quais doenças, com que frequência, de que forma aprenderam utilizar essas plantas, quais são as mais comuns, utilizam as plantas de que forma paraque as traga beneficio.


3 HIPÓTESES
De inicio acredita-se que as pessoas faça uso dessas plantas por serem mais práticas, por acreditar que não os fará mal pelo fato de ser natural em relação aos medicamentos, pelo fácil acesso, baixo custo, por muitas vezes não terem condições para ir ao médico. Por influência de pais, avós, até mesmo de pastorais. Usam em forma de compressas, chás, em geraldos modos mais simples.

4 OBJETIVOS
4.1 Realizar um questionário para identificar a utilização de plantas medicinais, o
modo de uso, e o conhecimento tradicional em um bairro e uma comunidade da cidade de Santa Helena – PR, Brasil.

4.2 Identificar quais as plantas mais utilizadas, as mais conhecida em cada um dos locais, permitindodirefenciar o uso e conhecimento. Discutir sobre a utilização, o modo correto de uso das plantas e a importância disso para a comunidade. Verificar de que modo esse conhecimento foi adquirido.

4 JUSTIFICATIVA
Através da pesquisa será possivel perceber o percentual do nível da utilização de plantas medicinais nos determinados locais, existe a possibilidade de orientar sobre o mau uso e utilização muitofrequênte



6 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

O homem conhece os benefícios medicinais das plantas há séculos. Registro da medicina romana, egípcia, persa e hebraica mostram que as ervas eram utilizadas de forma extensiva para curar praticamente todas as doenças conhecidas pelo homem. Muitas ervas contém poderosos ingredientes que, usados corretamente, podem ajudar a curar o corpo.

As plantasmedicinais e seus derivados estão entre os principais recursos terapêuticos da MT/MCA e vêm , há muito, sendo utilizados pela população brasileira nos seus cuidados com a saúde,seja na Medicina Tradicional/Popular ou nos programas públicos de fitoterapia no SUS, alguns com mais de 20 anos de existência. Entre as Práticas Integrativas e Complementares no SUS, as plantas medicinais e fitoterapia...
tracking img