Plano de fogo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1553 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA FEC
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE CAETÉ









PRODUÇÃO MINERAL II












CAETÉ
2012

BRUNA CARLA PEREZ







ORÇAMENTO DE PRODUÇÃO






SAMARCO












Orientador
Prof. Jorge Eustáquio


CAETÉ2012
índice





1. INTRODUÇÃO 4


2. PROCESSO PRODUTIVO DA SAMARCO 5

2.1 ETAPAS: 5
2.2 PRODUÇÃO 6
2.3 PLANEJAMENTO 6
2.4 PRINCIPAIS RESULTADOS E NÚMEROS DE 2010 7
2.5 INVESTIMENTO 8
2.5.1 PROJETOS E INVESTIMENTOS: 9
2.6 FATURAMENTO 10
2.6.1 RETORNO SOBRE O CAPITAL EMPREGADO (ROCE) 11

3. CONCLUSÃO 12


4. REFERENCIAS 141. INTRODUÇÃO

A elaboração do orçamento leva em conta aspectos do emprego dos recursos industriais, o que representa gerência sobre a otimização de uso dos ativos imobilizados na área, análise da necessidade de novos investimentos no parque ou planta industrial, aproveitamento da capacidade produtiva, planejamento da força de trabalho, administraçãoe controle de materiais.















2. PROCESSO PRODUTIVO DA SAMARCO

1 2.1 ETAPAS:


• Mineração: lavra de minério no Complexo das Minas de Alegria, localizadas nos municípios de Ouro Preto e Mariana (MG). Aproximadamente 70% do minério são lavrados por meio de um sistema de correias, sem o uso de caminhões, permitindo um baixo consumo específico de combustível nasoperações de lavra.

• Beneficiamento: fase em que o minério é concentrado e em que são retiradas as impurezas e obtidas as especificações químicas e granulométricas necessárias aos processos subsequentes. Nessa etapa, o minério é transformado em polpa.
 
• Minerodutos: são usados para o transporte da polpa de minério de ferro, da unidade de Germano (MG) até a unidade de Ubu (ES),passando por 25 municípios. São quase 400 quilômetros de extensão. Trata-se de um sistema implantado de forma pioneira no País.
 
• Pelotização: é o processo de aglomeração que visa ao aproveitamento de minério concentrado ultrafino, transformando-o em pelotas de tamanhos tipicamente entre 8 e 16 milímetros, que, após um tratamento térmico apropriado, adquirem características desejáveis aosprocessos de redução, seja no processo de alto-forno ou redução direta.
 
• Estocagem e Operações Portuárias: as pelotas produzidas são armazenadas em pátio com capacidade de estocagem de até 1,8 milhão de toneladas, garantindo um giro de estoque elevado e com autonomia de aproximadamente 30 dias de produção. As pelotas são embarcadas em navios no Porto de Ubu, em Anchieta (ES), pertencente àSamarco, que possui um píer com dois berços de atracação e profundidades de até 18,7 metros.
 




2 2.2 PRODUÇãO


Em 2010, a Samarco alcançou o maior resultado de sua história em termos de produção e embarque de pelotas. O total produzido foi de 23.448.930 toneladas, sendo 21.507.570 toneladas de pelotas e 1.941.360 toneladas de finos (pellet feed + sinter feed). Esse volume representou umcrescimento de 34% sobre 2009.

 O volume produzido de pelotas ficou apenas 2% abaixo da capacidade instalada de produção anual (que é de 22,250 milhões de toneladas).

O quadro a seguir demonstra a evolução da quantidade produzida:
[pic]
O volume embarcado também foi recorde histórico.
Foram embarcadas 22.558.620 toneladas, sendo 21.396.883 toneladas de pelotas e 1.161.737 toneladas definos.
Um crescimento de 27% sobre 2009.


3 2.3 PLANEJAMENTO


Com a finalidade de buscar alternativas em termos de inovação e novos produtos, estão desenvolvendo um estudo para utilizar a bentonita, misturada com calcário, para substituir a bauxita. Ambas, misturadas com a água no processo produtivo, diminuem a tendência de colagem das pelotas umas nas outras quando processadas pelos...
tracking img