Planeamento familiar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6858 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Actualmente têm-se assistido de uma maneira global um crescimento desestruturado das famílias. Em Angola, particularmente na província da Huíla cidade do Lubango, este problema também é um facto.
A prática de planear a família já existe há algumas décadas, mais ainda não é satisfatório. A família continua sendo sem dúvida a base. Se a base for desestruturada, automaticamente estaremosconstruindo uma sociedade doente e desequilibrada
Os serviços de Planeamento Familiar continuam a ser maioritariamente públicos e oferecidos de forma gratuita, estando sob a responsabilidade do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e encontrando-se integrados no atendimento materno-infantil. Para que o casal possa planejar adequadamente a sua prole, as informações quanto aos tipos de métodoscontraceptivos, com as suas vantagens e desvantagens discutidas em conjunto (médico-paciente), além da eficácia e possíveis complicações precisam ser difundidas.
Neste estudo pretende-se abordar qual é a causa da falta da aderência ao Paneamento Familiar, sobre tudo nas camadas sociais mais desfavorecidas, e a existencia cada vez maior de jovens aparecendo com gravidezes indesejadas e ou precoces.
A nossaescolha recaiu sobre a comunidade angolana particularmente à nossa província (Huíla) cidade do Lubango, pelo facto de o Planeamento Familiar nos parecer ainda deficiente por parte de muitas famílias nesta urbe.
Pensamos atingir um grupo de trinta (30) casais, trinta (30) jovens solteiros e pelo menos cinco (5) Técnicos da área do Planeamento Familiar da cidade do Lubango. Existem pessoas, famíliasou grupos que necessitam de uma atenção maior da nossa parte, devido as suas particularidades nomeadamente os jovens por serem um grupo muito vulnerável às gravidezes indesejadas e precoces.
Optámos por um estudo de natureza qualitativa uma vez que este tipo de estudo nos permite obter respostas a questões que analisam diversos contextos sociais dos indivíduos que neles se encontram. Importasobretudo o processo de organização dos seres humanos, os locais onde se encontram, e de que forma eles dão sentido ao que os rodeia, tal como aspectos culturais, religiosos, etc.
Com esta pesquisa abordaremos também as causas da pouca adesão ao Planeamento Familiar, ao uso de métodos contraceptivos. Analisaremos as formas de atendimento aos que procuram esses serviços, bem como, as maneiras eprocedimentos a serem levados a cabo pelas mulheres da cidade do Lubango e não só, relativamente a Planificação das suas Famílias. A mesma pesquisa poderá servir como fonte de investigação para diferentes profissionais que trabalham neste domínio, e não só.
Pretendemos ainda com o nosso trabalho, tentar ajudar no melhoramento das técnicas de planificação de famílias na província da Huíla; Ajudar asfamílias a compreenderem melhor sobre o Planeamento Familiar para consequente diminuir o índice de pobreza na nossa província; Procurar evitar o elevado número de gravidezes indesejadas; Ajudar no melhoramento dos programas existentes como por exemplo na Maternidade Irene Neto entre outras.

Capitulo I: Revisão da Literatura

1.1- Historial Sobre o Planeamento Familiar
O Planeamento Familiar foidecretado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como sendo uma certa forma de pensar e de viver aceite deliberadamente pelos indivíduos e pelos os casais com conhecimentos das atitudes e decisões tomadas a fim de promover a saúde e o bem-estar da Família.
Na constituição da OMS assinada em 1946 e cuja a entrada em vigor se deu em 1948 a saúde é descrita como sendo um estado social, físico emental, e não apenas a ausência de doenças ou enfermidades.
Foi com Malthus (1834), no séc. XVIII, e com uma preocupação demográfica, que se começou a falar da necessidade de controlo dos nascimentos. Preocupado com as reservas do mundo, Malthus denunciou no seu livro “Ensaio sobre o Princípio da População” (1798) que, se a população continuasse a aumentar como até então, os produtos não chegariam...
tracking img