Piaget e a teoria do desenvolvimneto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2292 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice
Tema Pagina
Introdução…………………………………………………………………………2
Estádio do desenvolvimento segundo J.P……………………………………..4
Estádio sensório-motor (0-24 meses)…………………………………………..4
Estádio pré-operacional (2-7 anos)……………………………………………..5
Estádio das operações concretas (7-12 anos)………………………………...6
Estádio das operações formais (12 anos emdiante)…………………………6
Referências Bibliográficas………………………………………………………7






















Introdução

O que acontece com o homem, a nível de desenvolvimento, durante a vida? Como se dá a maturação do ser humano em cada período da existência?
Piaget, integracionista das ideias nativistas e empiristas trabalhou durante muito tempo essas questões propondo uma teoria cognitiva. A construção teórica dePiaget abarca principalmente o desenvolvimento humano até a idade adolescente (período operacional formal - 16 anos) daí para frente, ou seja: da adolescência à velhice, Piaget pouco contribuiu.
Apenas salienta que a forma final atingida na adolescência consistirá no padrão intelectual que persistirá durante a idade adulta.
Piaget salienta que existe algo que impede o organismo de dominar de umasó vez, tudo que é cognoscível num determinado terreno, ou seja: não podemos conhecer tudo de uma vez num determinado terreno porque nossa percepção é selectiva e obedece uma ordem lógica e ainda – demanda actuação sobre o objecto de conhecimento. Piaget para construir seu "arcabouço" teórico actuava com seus próprios filhos como objecto de conhecimento além das experiências que conduzia.
Por outrolado também, Piaget não quis dizer que o desenvolvimento intelectual atinge um ápice na adolescência e depois se paralisa. Nada disso, simplesmente o que ocorre é que, uma vez atingido o grau de maturidade mental representado pela oportunidade de realizar operações mentais formais, esta será a forma predominante de raciocínio utilizada pelo adulto. Seu desenvolvimento posterior, segundo ele,consistirá numa ampliação de conhecimentos tanto em extensão como em profundidade, mas não na aquisição de novos modos de funcionamento mental.
A questão inicial de Piaget é fundamentalmente filosófica: o que é o conhecimento? O que conhecemos? Como conseguimos conhecer o que conhecemos?
Num segundo momento, com a ruptura com a filosofia, Piaget fixa como questão básica a sua reflexão epistemológica oprocesso de construção do conhecimento válido abrindo a possibilidade de utilizar métodos mais adequados para respondê-la, assegurando assim a ruptura com os questionamentos filosóficos clássicos. Entretanto, Piaget envereda-se para a lógica formal, que admite o reducionismo do terceiro excluído, isto é, a base da lógica formal, facilitadora do raciocínio. No entanto, actualmente os filósofosdescobriram outra forma de raciocínio, o intuicionismo que é mais geral, portanto mais difícil, mas mais abrangente por não admitir o princípio do terceiro excluído.
A questão central agora é: a natureza dos quadros lógico-matemáticos do pensamento. São eles que nos permitem compreender a realidade exterior; mas de onde provêm estes quadros, estas formas de conhecimento? Podemos pensar que sua origemestá no externo, que os impõe ao espírito ou vice-versa; pode-se pensar que sua construção exige uma colaboração necessária entre o sujeito que conhece e o objecto conhecido, e que não são impostos nem por um, nem por outro. Podemos postular que os quadros mencionados preexistem ao próprio ato de conhecer e que sua evolução não passa de uma actualização progressiva de estruturas preexistentes ouque estas estruturas são o resultado de uma génese ou construção progressiva. Combinando ambos os critérios – origem dos quadros do pensamento, existência prévia ou construção progressiva – Piaget formula o sistema das epistemologias, classificação das teorias do conhecimento existentes que ele utilizará como base de reflexão para elaborar sua própria postura (de interacção) para situar-se no...
tracking img