Pescadpr de iluoses

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera-Uniderp
Centro de Educação á Distância

Curso: Serviço Social

Disciplina: PSICOLOGIA

Docente: Karem Angely Grubert Rojas

Docente Tutora Presencial:

Maria Ireni Gaioto Hirotsu

POLO 010 DE TUPÃ S-P

Discentes:

Angélica dos Reis Silva Lelis RA 229854
Daniela Machado Santana RA 204903Ivone Gomes dos Santos RA 234096
Maria de Lourdes Evangelista RA 205328

Introdução

A vida lhe parece diferente dependendo do lado que você se encontra.

Quando se é um egocêntrico achando que se sabe de tudo, julgando ser o dono da verdade, julgando e não querendo ser julgado se achar o dono da verdade que tem o poder e tudo , necessita passar por uma tragédiapara ver que não se é nada. Assim é o ser humano:

E é isso que o pescador de ilusões vem nos passar, pois se estrutura basicamente em três aspectos conflitantes e de estrema importância.

Esse filme retrata a desigualdade e social, mendicância, incomunicabilidade, a mídia responsável por tragédias, o despertar do amor, amizade, o valor de serem justos e os aspectos relevantes a psicologia,abordando de forma bem próxima a realidade a doença mental, como por exemplo, a depressão,diferentes formas de psicose e as consequências de um trauma.

Esse filme vem nos ensinar que mais ajuda só escutando e não julgando e nem encorajando certos delírios, mais sim encaminhando para um profissional adequado.

Nestes casos a Psicologia Social se encaixa como um campo altamente empírico.Mais do que buscar teorias globais para o comportamento humano, como as que são freqüentemente encontradas nas teorias da personalidade, os psicólogos sociais utilizam uma vasta gama de teorias específicas para os diversos tipos de fenômenos sociais e cognitivos.

A realidade adquirida através da fé e da amizade e valorizando as pessoas, é isso que devemos levar em conta. Nesta nossa vida!Filme

Jack Lucas é um egoísta e arrogante radialista de sucesso. O programa em que ele é a estrela tem a aparência de auto-ajuda, mas na realidade ele nem presta atenção no que os ouvintes falam; simplesmente dá conselhos sem ao menos aprofundar no problema do ouvinte. Entre um conselho e outro ele se depara com um psicótico, que leva a sério o que lhe foi dito e acaba assassinandosete pessoas. Com isso, sua vida muda drasticamente. Toda aquela fama e popularidade se acabam e ele passa a ser um qualquer e com a consciência pesada. O sentimento de culpa começa a fazer parte de sua vida. Mas no dia em que ele se depara com o professor, que era fruto do seu descaso, aí ele percebe que havia outras pessoas ao seu lado, mas já é tarde, pois o seu descaso simplesmente destruiuessas vidas. Ele tenta reparar os erros ajudando o professor a reconstruir sua vida.

Artigo

No dia 29 de abril de 2006 faleceu em São Paulo, Sílvia Tatiana Maurer Lane, pessoa de grande dignidade e delicadeza, responsável pela criação de uma verdadeira “escola” de Psicologia Social no Brasil, conhecida como “Psicologia Social laneana”, ou “Escola de São Paulo” (Sawaia, 2002, p.37). Aabordagem à Psicologia Social proposta por Lane, denominada Psicologia crítica sócio-histórica, caracteriza-se por considerar a dialética sócio-cultural como constitutiva do ser humano, ao mesmo tempo enfatizando a força transformadora e criadora da consciência. De inspiração marxiana, e de mãos dadas com a Psicologia da Libertação de Martin-Baró, essa perspectiva de análise dos processos psicossociaisbaseia-se na indissociabilidade entre a teoria, a metodologia e a prática transformadora. Para Sílvia, toda a Psicologia seria social, já que o ser humano se constitui no social, sendo produto e produtor da história, a partir do domínio dos instrumentos de trabalho e do desenvolvimento da linguagem. Assim, os objetos de estudo da Psicologia Social devem ser a linguagem e o grupo, pois é a...
tracking img