PERT CPM

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2071 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
PERT/CPM
MRP – PLANEJAMENTO DAS NECESSIDADES DE MATERIAIS



1. INTRODUÇÃO

A técnica PERT/CPM constitui-se de poderosa ferramenta na elaboração e gerenciamento de projetos utilizando o conceito de redes, sobremaneira aqueles com foco em processos. Kukierman (2000) diz que nos anos 1990 foi considerada como uma das “Sete Novas Ferramentas para o Planejamento e Administração Visando aoAprimoramento Contínuo da Qualidade e Produtividade”.


O MRP é uma ferramenta que gerencia a demanda dependente, fazendo a explosão na linha do tempo dos diversos componentes da estrutura do produto, comparando a necessidade bruta com o disponível em estoque e compras, ou ordens já programadas.














PERT/CPM

PERT/CPM, na realidade são dois modelos de planejamento em rede que surgiram nofinal dos anos de 1950. Progam Evaluation and Review Technique (PERT) foi desenvolvido para a Marinha americana pela empresa Bozz-Allen and Hamilton e reduziu a duração de um projeto do progama Polaris de cinco para três anos. Na mesma época as empresas Dupont e Univac desenvolviam o sistema CPM (Critical Path Method). A grande semelhança e a irrelevante diferença entre ambos determinaram a integraçãodos dois sistemas que hoje são conhecidos como PERT/CPM, apenas.
Segundo Chiavenato (2004. p. 449) PERT e CPM são diagramas de flechas que estabelecem uma relação direta entre os fatores tempo e custo permitindo a otimização econômica de um projeto através do melhor aproveitamento dos recursos disponíveis dentro de certo período. Na opinião de Tubino (2007) uma rede PERT/CPM é formada por umconjunto interligados de setas e nós, onde as setas representam atividades que consomem recursos e tempo; e os nós, são eventos, que não consomem recursos nem tempo e indicam o início ou fim de determinada atividade. Kukierman (1982. p.23) adverte que PERT/CPM, assim como Pesquisa Operacional apenas revela situações, não as criando e assim, não decide, apenas ajuda na decisão. PERT/CPM não vaievitar atrasos de fornecedores, acidentes de percurso, crises econômicas, mas ajudar na superação dos problemas advindos dessas intempéries.
Segundo a ABNT apud Kukierman (1982. p.24) para desenvolver um raciocínio sobre PERT/CPM é necessário conhecer os seguintes termos:
Projeto: conjunto de ações e processos envolvendo recursos humanos, materiais, financeiros, etc., organizados para a realização deum objetivo bem definido a partir de uma situação conhecida ou convencionada.
Atividade: É um bloco ou etapa de um projeto que pode ser identificado e mensurado de acordo com o padrão que se deseje adotar, considerando as unidades de recursos empregados.
Evento: É o início ou fim de uma ou mais atividades. Não consome recursos.

Figura 4.1 – Rede PERT/CPM em flechas

Na figura 4.1 podemosobservar uma versão simplificada de uma rede PERT/CPM, constituída de duas atividades e três eventos, onde o evento 1 é o início da atividade A, o evento 2, o fim da atividade A e início da atividade B e o evento 3 o fim da atividade B.
2. Estabelece-se, portanto uma cadeia de dependência, característica da rede de flecha.
Segundo Martins e Laugeni (2006 p.419) “cada atividade do projeto érepresentada por um conjunto distinto de dois nós”. Se considerarmos que cada nó (ou evento) ocupa um lugar no espaço temporal é fácil perceber que recurso básico atribuído a cada atividade é o tempo de duração. Por tratar de estimativa é difícil precisar a duração da cada atividade. Para diminuir o grau de incerteza o projetista deve fazer três estimativas, sendo uma a mais provável, outra a maisotimista e a terceira a mais pessimista. De mão desses valores deve então construir a curva denominada Função Beta. A função beta nada mais é do que a distribuição desses três valores da forma que vemos na figura 4.5a, obtendo-se então o tempo médio estimado para a atividade.
Onde: te = duração média estimada
a = estimativa otimista
b = estimativa pessimista
m...