Pena de morte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (308 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Muito se discute na atualidade, sob os modos de se pagar por um crime cometido. Em crimes considerados hediondos, sempre nos vem à reflexão com a chamada pena de morte. Método que nãofaz parte de nossa constituição, e é bastante utilizado nos Estados Unidos, em que cada Estado possui sua forma de julgamento, e punição.
Em muitos dos casos criminais famosos em nossopaís, casos em que sempre a imprensa dá uma cobertura detalhada, a população sempre se pergunta e pede este método de punição. A pena máxima prevista em nossa constituição é de 30 anos,em regime fechado, sendo que o infrator pode sair da cadeia antes do previsto, se tiver bom comportamento na prisão.
Em um país que possui uma das piores justiças no mundo, onde um juizfica totalmente sobrecarregado, devido à elevada quantidade de processos e a baixa demanda de juízes, é difícil implantar um método tão radical, até porque as vezes, como já vemos emcasos mostrados pela mídia, a justiça falha. E não existe modo de ressuscitar alguém já morto por cadeira elétrica, injeção letal ou câmara de gás.
Um dos argumentos utilizados por pessoasfavoráveis a pena de morte, seria a superlotação em presídios brasileiros, argumento que pode ser falho, pois apenas crimes hediondos merecem tal tipo de punição, e muitos dospresidiários brasileiros cometem delitos considerados pequenos, como furtos, tráfico, entre outros.
A solução então, não seria cometer uma verdadeira chacina, um banho de sangue, onde apenas osmenos favorecidos se banhassem. É preciso sim, fazer uma reforma nas leis, até colocando a prisão perpétua, para presidiários que não apresentassem melhoras, após o cumprir de suas penas.Mas a solução, seria socializar o detento, de modo que possa interagir em par de igualdades com a sociedade, ser incluído sem preconceito, e não ser exterminado como um inseto inútil.
tracking img