Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1969 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Histórico da Infância.
Segundo Aurélio (2011) infância sf. 1. Período de crescimento, no ser humano, que vai do nascimento à puberdade; puerícia, meninice. 2. As crianças. 3. Figurado O primeiro período de existência de uma instituição, sociedade.
Etimologicamente: do latim (infantia) IN (não) FANCIA (capacidade da fala), nessa perspectiva, a fase da infância seria caracterizada pelaincapacidade de fala e de comportamentos esperados, considerados como manifestações irracionais. A infância se contraporia à vida adulta, pois os comportamentos considerados racionais seriam encontrados apenas nos indivíduos adultos e tal capacidade não seria possível às crianças.
Pode-se observar que desde sua gênese, a palavra infância traz consigo a ideia de incapacidade, dando à elesuma condição subalterna diante da sociedade mais experiente. Sabe-se que biologicamente as crianças sempre existiram, porém elas não eram reconhecidas socialmente como uma categoria ou período da vida humana e nem sempre puderam vivenciar sua infância como nos dias atuais.
Através de pesquisas iconográficas - por meio de pinturas, gravuras - afirmou-se que até a Idade Média não existia osentimento de infância. As artes da época retratavam um mundo sem crianças ou não tentavam reproduzi-las. “No mundo das fórmulas românticas, e até o fim do século XIII, não existem crianças caracterizadas por uma expressão particular e sim homens de tamanho reduzido”. (ARIÈS, 1981. p.51).
Na Idade Média, as condições de higiene e saúde eram precárias e, por isso as taxas de mortalidade infantileram altíssimas, sendo vistas como algo natural e comum. Quando as crianças sobreviviam, não tinham identidade própria até sua inserção – por volta dos sete anos – na sociedade, já que nesse período, eram consideradas pessoas capazes de compreender os adultos. No convívio adulto, compartilhavam de seus trabalhos e jogos, mesmo não estando preparada física e psicologicamente para tais atividades.Segundo Airès:


O sentimento de infância não significa o mesmo que afeição pelas crianças: corresponde à consciência da particularidade infantil, essa particularidade que distingue essencialmente a criança do adulto, mesmo jovem. Essa consciência não existia. Por essa razão, assim que a criança tinha condições de viver sem a solicitude constante de sua mãe ou de sua ama, elaingressava na sociedade dos adultos e não se distinguia mais destes. (AIRÈS, 1981, p.156)




Ainda neste período, havia um sentimento superficial sobre a criança, durante seus primeiros anos de vida, denominado “paparicação”. “Apesar dessa aparente atenção e sentimentos fraternos, sua inocência, ingenuidade e graciosidade a tornavam um instrumento de diversão, tal qual um animal de estimação em termosde importância.” (CORDEIRO; COELHO, p.884). A transmissão dos conhecimentos se dava através da socialização com os adultos. Geralmente, as crianças, após completarem sete anos, passavam a viver com outra família, a qual tinha a função de educá-las.
Surge então, um segundo sentimento de infância, construído por moralistas e educadores do século XVII, que começaram a se preocupar com os aspectospsicológicos e morais das crianças. Sobre o segundo sentimento de infância desenvolvido, descreve Airès:

o segundo, que exprimia a tomada de consciência da inocência e da fraqueza da infância, e , por conseguinte, do dever dos adultos de preservar a primeira e fortalecer a segunda, durante muito tempo se limitou a uma pequena minoria de legistas, padres e moralistas. Sem eles, acriança teria permanecido apenas o poupard, o bambino, o pequeno ser cômico e gentil com o qual as pessoas se distraíam com afeição, mas também com liberdade – quando não com licença – sem preocupação moral ou educativa. (AIRÈS, 1981, p. 186)


No final do século XVII, sob influência desse novo sentimento de infância, surge a necessidade da criação de escolas para a transmissão de conhecimentos:...
tracking img