Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1246 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
pedagogia

shirlei nunes guadagnin

Produção Textual

santiago
2011

shirlei nunes guadagnin

Produção Textual

Trabalho apresentado ao Curso (Gestão e Organização da Escola) da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina [Modulo I]
*Cultura e Diversidade Cultural no Contexto da Política de Inclusão Social.
*O Direito àEducação e a Função Social da Escola
*O Sistema Educacional Brasileiro

Prof: Fabio Luiz da Silva
Okçana Battini
Samira Kfouri

Santiago
2011

A Função Social da Escola

A escola é um instrumento de formação da cidadania, temos clareza de que a escola sozinha não da conta da tarefa de formar um cidadão, uma vez quea formação da cidadania vai muito mais além da escola.
Focalizando a função social da escola, podemos enfatizar que ela tem que estar centrada no desenvolvimento dos seus educandos, buscando fazer desse processo educativo algo desafiador.
A escola tem a necessidade de dedicação, necessidade de acompanhar as mudanças, para dar a sustentação essas continuas evoluções, a escola precisa ressaltarum ensino que crie conexões entre o que o aluno aprende nela e o que faz fora dela, conexão entre o ensino formal e o mundo do trabalho, entre o conhecimento e da vida prática do aluno.
A função social da escola é ter um olhar voltado para á sociedade, conectando seu saber com prática cotidiana do aluno, preparando-o para o exercício profissional, experiências de vivenciar situações deaprendizagem, ensinando o convivo em grupo, indispensável à vida de todos. A escola no desempenho de sua função social de formar sujeitos precisa ser um espaço de sociabilidade que possibilite a construção e a socialização do conhecimento produzido. A educação como prática social que se desenvolve nas relações estabelecidas entre os grupos, seja na escola ou em outras esferas da vida social, se caracterizacomo campo social de disputa hegemônica, disputa essa que se da na perspectiva de articular as concepções, a organização dos processos e dos conteúdos educativos na escola, mais amplamente nas diferentes esferas da vida social, aos interesses de classes. (FRIGOTTO, 1999, P.25). Assim, a educação se constitui numa atividade humana e histórica que se define na totalidade das relações sociais.
Osnovos paradigmas da educação que exigem do profissional docente uma nova postura ante as desigualdades sociais, o modo de vida imposto pela contemporaneidade que exige dos indivíduos uma constante reestruturação de suas capacidades pessoais e, principalmente, profissionais, a globalização, o neoliberalismo, a competitividade, o tecnicismo, entre outros fatores, nos faz refletir sobre a necessidadede criarmos mecanismos que efetivamente contribuam para a construção de uma sociedade mais humana nos modos de educar.
Atualmente, cabe à escola tornar, dentro de suas possibilidades, a humanidade menos desumana. Pois, que outra forma nós temos de fazer a escola cumprir sua função social senão através de um processo complexo de conscientização de todos os envolvidos com o nosso sistemaeducacional: comunidade, corpo docente e alunado.
Cabe à escola aproximar a comunidade do convívio escolar numa tentativa de reestruturar a família e o interesse dos pais pelo futuro de seu filho, de oferecer oportunidades de acesso à cultura, à tecnologia, à informação, de oportunizar a reflexão de questões relativas ao respeito ao próximo, suas culturas, etnias e orientação sexual, à preservação do meioambiente, ao desenvolvimento sustentável, entre vários outros temas.
A função social da escola é muito mais do que deveria, pois a ela é transferida em caráter de urgência, tendo em vista tantas questões que fogem das mãos da sociedade que tenta injustamente se proteger sem fazer por onde minimizar as desigualdades sociais.
A democratização da gestão e a educação com qualidade social...
tracking img