Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1245 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Anexo – Passo 5-----------------------

Metodologia

Esta metodologia trata-se de uma pesquisa qualitativa-descritiva, portanto as informações obtidas não podemser quantificáveis e nem ser visualizada por meio da figura lingüística. Os dados obtidos são analisados indutivamente e não devera permanecer em hipóteses, pois, a problemática quando é escolhida necessita passar por uma verificação do contexto sócio-histórico em que se encontra inserida, para que só a partir dessa análise se possa emitir valores a respeito da mesma.




Levantamento deLiteratura

As famílias ocupam papel importante na vida escolar dos filhos, e este não pode ser desconsiderado, pois consciente e intencionalmente ou não, influenciam no comportamento escolar dos filhos. Muitas, infelizmente influenciam negativamente, seja por questões econômicas, pessoais, de relacionamento, de amadurecimento dos pais ou separação.LAHIRE apud ZAGO (2000, p. 21) afirma que, “(...) a criança constitui seus esquemas comportamentais, cognitivos e de avaliação através de forma que assumem as relações de interdependência com as pessoas que a cercam com mais freqüência e com mais tempo, ou seja, os membros da família. (...) Suas ações são reações que ‘se apóiam’ relacionalmente nas ações dos adultos que, semsabê-lo, desenham, traçam espaços de comportamento e de representações possíveis para ela”.
Considera-se que a família na relação com a escola participa da construção do sucesso escolar de diferentes maneiras. Suas ações podem contribuir ou não para a permanência duradoura do filho na escola. Alguns pais apresentam uma postura contrária à escola, não estimulando a escolarização dos seus filhos. Comoressalta SZYMANSKI (2001): “‘família desestruturada’ não quer dizer mais do que uma família que se estrutura de forma diferente do modo da família nuclear burguês” (p.68).
Sabe-se que muitas famílias trabalhadoras não têm condições de acompanhar o processo de aprendizagem dos filhos. Aí está o papel da escola em abrir as portas oportunizando possibilidades das famílias estarem presente no processoeducativo. A família, como instituição, tem o papel de reprodução social, no contexto econômico, cultural, social em que se insere, transmitindo herança cultural de geração a geração.





Introdução


Está na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): as escolas têm a obrigação de se articular com as famílias e os pais têm direito ater ciência do processo pedagógico, bem como de participar da definição das propostas educacionais. Porém nem sempre esse princípio é considerado quando se forma o vínculo entre diretores, professores e coordenadores pedagógicos e a família dos alunos. Mas o que significa uma parceria saudável entre essas duas instituições? Os pais devem ajudar no ensino dos conteúdos e os professores no dos bonsmodos? Claro que não. A colaboração que se espera é de outra ordem. "O papel do pai e da mãe é estimular o comportamento de estudante nos filhos, mostrando interesse pelo que eles aprendem e incentivando a pesquisa e a leitura", diz Antônio Carlos Gomes da Costa, pedagogo mineiro e um dos redatores do ECA. Para isso, é preciso orientar os pais e subsidiá-los com informações sobre o processo de...
tracking img