Pedagogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1999 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA EDUCACIONAL









CONTABILIDADE INTERMEDIÁRIA















Osasco
2011
ANHANGUERA EDUCACIONAL















CONTABILIDADE INTERMEDIÁRIA




Disciplina Contabilidade Intermediária, Prof° João Donizete, quarto semestre Ciências Contábeis de 2011.









Osasco
2011


INTRODUÇÃO





A Contabilidade é a ciênciaque tem como finalidade registrar, coletar, resumir,
informar e interpretar dados e fenômenos que afetam as situações patrimonial, financeira e econômica de qualquer entidade.
O patrimônio pode ser entendido como o conjunto dos bens, direitos e obrigações de uma entidade. Este conjunto forma o objeto de estudo da Contabilidade.
Os regimes contábeis são elementos fundamentais para a apuraçãodo resultado da entidade e, conseqüentemente, para a análise de sua gestão.



































1ºETAPA



BALANCETE DE VERIFICAÇÃO
Companhia Beta




Conta DÉBITO CRÉDITO

Receita de serviços 477.000
Duplicatas descontadas (curto prazo) 57.000
Fornecedores (curto prazo) 90.000
Duplicatas a receber(curto prazo) 180.000
Veículos 45.000
Provisão para crédito de liquidação duvidosa 33.000
Despesas com vendas 27.000
Duplicatas a pagar (curto prazo) 54.000
Empréstimos (longo prazo) 45.000
Reserva de lucros 60.000
Despesas com depreciação 37.500
Despesas com salário 189.000
Despesas com Impostos 52.500
Capital Social 294.000
Dividendos a pagar(curto prazo) 6.000
Móveis e utensílios 285.000
Equipamentos 270.000
Disponível 30.000

1.116.000 1.116.000













DRE
Companhia Beta

Receita de serviços 477.000


(-) Despesas Operacionais

Despesas com vendas 27.000
Despesas com depreciação 37.500
Despesas comsalário 189.000
Despesas com Impostos 52.500

306.000
= LUCRO BRUTO 171.000






2º ETAPA




Regime de Caixa


O Regime de Caixa analisa-se o fluxo de caixa no período (analisa as entradas e saídas de dinheiro com seus respectivos saldos diário). Em outras palavras, por esse Regime somente entrarão na apuração do resultado as despesas e asreceitas que passaram pelo Caixa.
O Regime de Caixa somente é admissível em entidades sem fins lucrativos, em que os conceitos de receita de despesa se identificam, algumas vezes, com os de recebimento e pagamento.






Regime de Competência


No regime de Competência, analisa-se o real desempenho da empresa, considerando as operações de venda com os respectivos custos para suarealização. Neste caso, avaliam-se os custos efetivos (fixos e variáveis) envolvidos na realização do negócio, independentemente que tenham ocorrido recebimentos ou pagamentos. E também, nesta conta, são levados em consideração somente os valores efetivamente contratados quando da compra e da venda das unidades negociadas (de mercadorias ou de serviços). Nas entidades com fins lucrativos as empresas, sãofundamentais os conceitos de custo e de receita, que envolvem o regime de competência, pois a elas não importa o que foi pago ou recebido, mas o que foi consumido e recuperado, para apuração do resultado do exercício

Sobra de dinheiro em caixa não é sinônimo da obtenção de lucro.
Exemplo de casos que retratam esta situação:
Venda a vista de itens comprados a prazo.
Venda de itens disponíveisem estoque e que já tenham sido pagos em períodos anteriores.
Recebimentos em datas inferiores aos pagamentos (quando o prazo para pagamento da compra é superior ao do recebimento das vendas).
Entrada de dinheiro originada em outras fontes que não seja a venda ( venda de um bem imobilizado, empréstimos).



Falta de dinheiro em caixa não é sinônimo de prejuízo.
Exemplo de casos que...
tracking img