Patologias comuns

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6532 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Patologias Comuns
As definições abaixo apresentadas foram elaboradas por Fisiatras e não podem ser copiadas ou utilizadas sem autorização prévia da SPMFR.
Artrite Psoriática
É uma doença artrítica inflamatória crónica que afecta pessoas com psoríase. Afecta as articulações e pode estar associada a manifestações cutâneas e sintomas oculares ocasionais. O início da doença surge habitualmenteentre os 30-55 anos, uma forma juvenil surge entre os 9-11 anos. A psoríase precede a artrite em 60-80% dos pacientes e o intervalo entre o início da psoríase e da artrite é inferior a 10 anos. Quando não existem manifestações cutâneas associadas, há geralmente história familiar de psoríase. Manifesta-se por dor articular, rigidez matinal e lesões das unhas (“pitting”). Existem 5 padrõescaracterísticos (oligoartrite assimétrica, poliartrite simétrica, artrite mutilante, artrite interfalângica distal, espondilite). A artrite psoriática pode ser acompanhada de manifestações extra-articulares. Em 95% dos casos ocorre atingimento das articulações periféricas e 5% têm envolvimento exclusivo da coluna axial. A causa pode dever-se a uma predisposição genética, factores ambientais e imunológicos. Aradiografia confirma o diagnóstico e a gravidade da doença. Também podem ser realizados tomografia computorizada, ressonância magnética e ecografia para melhor caracterização da doença. O tratamento conservador baseia-se em anti-inflamatórios não-esteróides, imunossupressores, agentes antimaláricos, inibidores do factor de necrose tumoral e num programa de reabilitação individualizado. Em doentescom dor severa pode recorrer-se a artroplastia ou artrodese. O prognóstico é bom, mas 25% dos pacientes têm doença progressiva.
Artrite Reumatóide
A artrite reumatóide (AR) é uma doença autoimune inflamatória sistémica, cuja principal característica é uma poliartrite simétrica persistente. É mais frequente no sexo feminino e o seu pico de incidência é entre os 40-60 anos. Existe uma formajuvenil com início antes dos 16 anos. Apresenta-se com envolvimento poliarticular, simétrico, com rigidez matinal e sinais inflamatórios (dor, rubor, calor, tumor e impotência funcional), podendo evoluir para deformidade articular. Apresenta um atingimento preferencial pelas articulações das mãos e pés, mas pode atingir punhos, cotovelos, ombros, tornozelos, joelhos, ancas e coluna cervical. Pode havermanifestações extra-articulares como fadiga, nódulos reumatóides, vasculite, pericardite ou envolvimento pleural. A causa pode dever-se a factores endócrinos, metabólicos, nutricionais, ocupacionais, psicológicos ou a infecções. Há aumento da velocidade de sedimentação e de gamaglobulinas (IgM e IgG) e cerca de 75% apresentam Factor Reumatóide positivo. A radiografia é o exame mais específicopara o estudo da AR. O tratamento conservador baseia-se em anti-inflamatórios não-esteróides, imunossupressores, agentes antimaláricos, inibidores do factor de necrose tumoral e num programa de reabilitação individualizado. Em alguns doentes, a cirurgia pode ser uma opção (artrodese, artroplastia, reconstruções). Pode haver complicações cutâneas, cardíacas e neurológicas.
Atrofia Muscular EspinhalDoença degenerativa do sistema nervoso, de origem genética, caracterizada por fraqueza e atrofia muscular progressiva. Os homens são mais afectados do que as mulheres. A sua incidência é de 1 para 10.000 nascimentos.
A mortalidade/morbilidade é tanto maior quanto mais precoce for o início da doença.
Existem 4 subtipos, com base na idade de aparecimento dos sintomas:
- Tipo I (Aguda Infantil ouWerdnig Hoffman): até aos 6 meses de idade
- Tipo II (Crónica Infantil): entre os 6 e os 18 meses
- Tipo III (Crónica Juvenil): após os 18 meses e antes da idade adulta
- Tipo IV: idade adulta.
Os sintomas mais frequentes são: fraqueza muscular generalizada, dificuldade respiratória, dificuldade na deglutição e escoliose.
Não existe terapêutica farmacológica ou genética específica.
O...
tracking img