Patologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8253 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
.

Curso: Medicina Veterinária – 5º período

Disciplina: Patologia Veterinária















SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO DOS ANIMAIS

E SUAS PATOLOGIAS.

































SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO DOS ANIMAIS.



O Sistema reprodutor masculino é formado pelos testículos , ductos excretores (genitais) , glândulasacessórias e pênis . Os órgãos constituíntes contribuem para a formação primárias , a reprodução . A produção e o transporte de espermatozóides , a secreção de fluídos e a deposição de sêmen no trato feminino . O órgão copulador também transporta urina para o ambiente externo.

A maioria dos sistemas reprodutivos dos mamíferoS são semelhantes, no entanto, existem algumas diferenças notáveis entre omamífero "normal" e seres humanos. Por exemplo, a maioria dos mamíferos machos têm um pênis que é guardado internamente até a ereção, e a maioria possui um osso peniano ou báculo. Além disso, os machos da maioria das espécies não permanecem continuamente férteis sexualmente como os seres humanos.

| |


1 -Testículos.

Esses órgãos estão contidos numa bolsa especializada de pele(escroto). Os testículos são órgãos exócrinos e endócrinos combinados. A porção exócrina está relacionada a produção de espermatozóides . A porção endócrina é representada pelas células de Leydig e pelas células de sustentação de Sertoli. Os testículos estão encerrados numa cápsula , a túnica albugínea composta por tecido conjuntivodenso.

Para que os testículos possam produzir espermatozóides de maneira contínua é necessário que o eixo hipotálamo – hipófise – gônadas, esteja em sincronia, de tal forma que os hormônios envolvidos para esta finalidade sejam liberados em quantidades adequadas. O hipotálamo é uma região cerebral localizada no diencéfalo, responsável pela liberação de GnRH. Nos testículos há a presença de doistipos de células. As células de Leydig que produzem testosterona, e as células de Sértoli responsáveis pelo controle da espermatogênese. É de grande importância o conhecimento deste mecanismo para um bom diagnóstico de alterações reprodutivas que possam vir a afetar o macho prejudicando sua função reprodutiva e qualidade espermática.

A maioria dos grupos de mamíferos têm testículos caídosencontrados dentro de um saco escrotal, no entanto, outros têm testículos caídos, apoiados na parede ventral, e alguns grupos de mamíferos, como os elefantes, têm testículos não caídos que se encontram no fundo de suas cavidades corporais perto de seus rins.

2 - Células intersticiais de Leydig.

As células insterticiais ocupam espaços entre os túbulos seminíferos. Elas realizam a síntese dehormônios masculino ( testosterona ) .

3 - Túbulos seminíferos.
Consiste em dois diferentes tipos celulares básicos : células de sustentação e células espermatogênicas .

- Células de Sustentação.

As células de sustentação ( células de sustentaculares ou células de Sertoli ) .
Funções : nutritivas , protetoras e de sustetanção para as células espermatogênicas. Além disso fagocitamespermatozóides em degeneração e corpos residuais destacados das espermátides, liberam os espermatozóides para o lume dos túbulos seminíferos, são intermediárias na ação dos hormônios gonadotróficos sobre as células germinativas e participam na sincronização das ocorrências espermatogênicas .

- Vias espermáticas ou vias genitais masculinas.

São os condutos que permitam a excreção do sêmen desde aporção terminal dos tubos seminíferos até o meato urinário . Compreendem um grupo de canais puramente sexuais e uma outra parte mista. São tubos retos , muito curtos , que dão início às vias espermáticas, indo desaguar na rete testis, malha de tubos também de localização intra-testicular. A seguir vem os canais eferentes, que saem do testículo e vão até o ducto epididimário.

4 - Escroto...
tracking img