Passivo circulante

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1334 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Este trabalho apresenta uma abordagem no tema Passivo Circulante, destacando seus pontos principais e suas características, explicando de forma clara e simples noções básicas no que se diz a respeito na sua administração.
Por ser um tema complexo, nos atemos aos significados e suas respectivas explicações do contexto.

2. CONCEITO

PASSIVO CIRCULANTE São as obrigações acurto prazo, ou seja, aquelas que deverão ser liquidadas dentro do exercício social, ou conforme o ciclo operacional ( o período de tempo que vai desde o início da industrialização até o recebimento da venda do produto industrializado. Como, normalmente, o Ciclo operacional das empresas é inferior a um ano, a maioria das empresas adotará como exercício social. Casos excepcionais têm Ciclo Operacionalsuperior a um ano que são estaleiros navais, edifícios, grandes equipamentos, reflorestamento etc.). Os passivos circulantes são basicamente dívidas pelas quais não se pagam juros e é onde colocamos as obrigações de curtíssimo prazo e compõem-se basicamente das seguintes contas:

• Passivos Espontâneos.
• Fornecedores,
• Salários a Pagar,
• Impostos a Recolher,
•Encargos Sociais a Recolher,
• Provisões,

• FONTES DE EMPRESTIMOS DE CURTO PRAZO SEM GARANTIAS.
• Empréstimos bancários,
• Notas promissórias comerciais,
• Empréstimos internacionais,

• FONTES DE EMPRÉSTIMOS DE CURTO PRAZO COM GARANTIA.
• Características,
• Garantias e condições,

2.1. PASSIVO ESPONTÂNEO

Que se originam com o andamento normal dasoperações da empresa. As duas fontes principais são os fornecedores e despesas a pagar, as despesas e contas a pagar aumentam conforme o aumento das vendas ocorrido pelo aumento dos impostos e também pela necessidade de maior quantidade de mão de obra.

2.1.1. Fornecedores

São as compras a prazo de matérias-primas a serem utilizadas no processo produtivo (indústrias), oumercadorias a serem destinadas a revenda (comércio)

2.1.2. Salários a Pagar

É o pagamento efetuado pelo empregador (sujeito ativo) ao empregado (sujeito passivo) para que possa aproveitar o trabalho dessa pessoa, sem que necessariamente o faça, a obrigação de pagar salário corresponde direito de contar com o trabalhador em ocasiões normais.

2.1.3. Impostos a Recolher

Sãoos impostos onde o fato gerador já ocorreu por ocasião da venda do produto ou da prestação de serviço, porém ainda não foi recolhido aos cofres públicos. Dos impostos sobre as vendas os mais comuns são o ICMS, o IPI, o COFINS

2.1.4. Encargos Sociais a Recolher

São as despesas decorrentes da folha de pagamento (INSS, FGTS, 13º Salário etc.) ainda não pagas. Como no grupo de Saláriosa Pagar, os encargos sociais serão registrados como despesas no mês que incorreu a Folha de Pagamento e, por outro lado, serão registrados como uma obrigação a pagar no Passivo Circulante.

2.1.5. Provisões

Provisão é uma estimativa de perdas de ativos ou de obrigações reconhecidas na apuração do resultado em virtude de observância do regime de competência, mas cujo valor aindanão está determinado. Portanto, não devem ser provisionadas obrigações cujo valor efetivo já é conhecido, embora o seu pagamento deva ocorrer posteriormente como as contas de consumo de luz, água, telefone, gás. Esses valores devem ser registrados no subgrupo obrigações apagar (Passivo Circulante) e não como provisões. São elas:

• Provisão para férias: A empresa poderá deduzir como custo oudespesa operacional, em cada exercício social, a importância destinada a constituir provisão para pagamento de remuneração correspondente a férias de seus empregados. O limite do saldo de provisão será determinado com base na remuneração mensal do empregado e no número de dias de férias a que tiver direito na época do balanço.
• Provisão para 13º salário: A empresa poderá deduzir como...
tracking img