Partido comunista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4045 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade católica nossa senhora das vitórias
Curso: serviço social – 2º período
Disciplina: sociologia II
Aluna: Kécia Bezerra Dantas
Professora: Giselda
Assú RN, 14 de setembro de 2011

(MARX, Karl e ENGELS, Friedrich, Manifesto do Partido Comunista - 1848)

Capítulo I – Burgueses e proletariados

A história de todas as sociedades que existiram até nossos dias tem sido a históriadas lutas das classes. Homem livre e escravo, patrício e plebeu, senhor e servo, mestre de corporação e oficial, numa palavra, opressores e oprimidos, em constante oposição, têm vivido numa guerra ininterrupta, ore franca, ora disfarçada, uma guerra que termino sempre, ou por uma transformação evolucionária da sociedade inteira, ou pela destruição das suar classes em luta. Pag.23
[...] A sociedadedivide-se cada vez mais em dois vastos campos opostos, em duas grandes classes diametralmente opostas: a burguesia e o proletariado. Pag.24
Dos servos da Idade Média nasceram os plebeus livres das primeiras cidades; desta população municipal, saíram os primeiros elementos da burguesia. Pag.24
A descoberta da América, as circunavegações da África ofereceram à burguesia ascendente um novo campode ação. Os mercados da Índia e da China, a colonização da América, o comércio colonial, o incremento dos meios de troca e, em geral, das mercadorias imprimiram um impulso, desconhecido até então, ao comércio, à indústria, à navegação e, por conseguinte, desenvolveram rapidamente o elemento revolucionário da sociedade feudal em decomposição. Pag.25
A pequena burguesia industrial suplantou osmestres das corporações, a divisão do trabalho entre as diferentes corporações desapareceu diante da divisão do trabalho dentro da própria oficina. Pag.25
A própria manufatura tornou-se insuficiente, então, o vapor e a maquinaria revolucionaram a produção industrial. Pag.25
Esse desenvolvimento reagiu por sua vez sobre a extensão da indústria; e à medida que a indústria, o comércio, a navegação, asvias férreas se desenvolviam, crescia a burguesia, multiplicando seus capitais e relegando o segundo plano as classes legadas pela Idade Média. Vemos, pois que a própria burguesia moderna é o produto de um longo processo de desenvolvimento, de uma série de revoluções no modo de produção e de troca. Pag.26
Cada etapa da evolução percorrida pela burguesia era acompanhada de um progresso políticocorrespondente. Classe oprimida pelo despotismo feudal, associação armada administrando-se a si própria na comuna, aqui, República urbana independente, ali, terceiro estado, tributário da monarquia, depois, durante o período manufatureiro, contrapeso da nobreza na monarquia feudal ou absoluta, pedra angular das grandes monarquias, a burguesia, desde o estabelecimento da grande indústria e do mercadomundial, conquistou, finalmente, a soberania política exclusiva no Estado representativo moderno.
[...] O governo do estado moderno não é se não um comitê para gerir os negócios comuns de toda a classe burguesa. Pag.26 e 27.
[...] Onde quer que tenha conquistado o Poder, a burguesia destruiu as relações feudais, patriarcais e idílicas. Pag.26.
[...] A burguesia rasgou o véu do sentimentalismoque envolvia as relações de família e reduziu-as a simples relações monetárias. Pag.28
A burguesia revelou como a brutal manifestação de força [...]. Foi a primeira a provar o que pode realizar a atividade humana: criou maravilhas maiores que as pirâmides do Egito, os aquedutos romanos, as catedrais góticas: conduziu expedições que empanaram mesmo as antigas invasões e as cruzadas. Pag.28
Pelaexploração do mercado mundial, a burguesia imprime um caráter cosmopolita à produção e ao consumo em todos os países. Para desespero dos reacionários, ela retirou da indústria sua base nacional. [...] Pag.29
Devido ao rápido aperfeiçoamento dos instrumentos de produção e ao constante progresso dos meios de comunicação, a burguesia arrasta para a torrente de civilização mesmo as nações mais...
tracking img