Parnasianismo em portugal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1576 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COLÉGIO ESTADUAL BADEN POWELL









LARISSA NEVES NOVAES









REALISMO, NATURALISMO E PARNASIANISMO
















EUNÁPOLIS/BA
2012

LARISSA NEVES NOVAES






REALISMO, NATURALISMO E PARNASIANISMO




Trabalho da disciplina Língua Portuguesa
Solicitado pelo professor Moisés Rivas
Para obtenção de nota da III Unidade.EUNÁPOLIS/BA
2012


Realismo, Naturalismo e Parnasianismo

Motivadas pelas teorias científicas e filosóficas da época, os escritores realistas se empenharam em retratar o homem e a sociedade em conjunto. Não bastava mostrar a face sonhadora e idealizada da vida, como haviam feito os românticos; era preciso mostrar a face do cotidiano massacrante, docasamento por interesse, do amor adúltero, da falsidade e do egoísmo, da impotência do ser humano comum diante dos poderosos. O Realismo e o Naturalismo foram as duas escolas literárias de domínio no fim do século XIX e início do século XX. Sua contra-parte na poesia é chamada de Parnasianismo. Apesar de se parecerem, o Realismo e o Naturalismo tem diferenças e quanto ao Parnasianismo, apesar dedominante não foi o único estilo de poesia da época, apesar de ter sido o dominante.







































Linguagem e ideologia

Na segunda metade do século XIX, a literatura européia buscou novas formas de expressão, sintonizadas com as mudanças que ocorriam em diferentes setores: filosófico, científico, político, econômico e cultural. Arenovação na literatura manifestou-se na forma de três movimentos literários distintos na França: o Realismo, o Naturalismo e o Parnasianismo. O realismo teve início com a publicação de Madame de Bovary (1857), de Gustave Flaubert; o Naturalismo, com a publicação de Thérèse Raquim, de Émile Zola; e o Parnasianismo, com a publicação das antologias parnasianas intituladas Parnasse contemporain (apartir de 1866).

Embora guardem diferenças formais e ideológicas, essas três tendências apresentam alguns aspectos comuns: o combate ao romantismo, o resgate do objetivismo na literatura e o gosto pelas descrições.
De modo geral, pode-se dizer que o Naturalismo é uma espécie de Realismo científico, enquanto o Parnasianismo é um retorno da poesia ao estilo clássico, abandonado pelos românticos.Linguagem da prosa realista:
- A descrição é um recurso utilizado tanto na prosa romântica quanto na prosa realista, mas com finalidades diferentes.
- Preocupada em retratar a realidade de modo objetivo, quase documental, a prosa realista geralmente é marcada pelo registro preciso do tempo e do espaço e pela narrativa lenta como forma de captar as sutilezas dos personagens com o propósito deobservar o ser humano em sua totalidade, tanto exteriormente quanto interiormente. O retrato interior das personagens - isto é, a focalização dos seus conflitos, pensamentos, anseios, reflexões, desejos, etc. - chamado de introspecção psicológica.
- O romantismo supervaloriza o indivíduo e suas particularidades. Já o realismo, mesmo trabalhando em profundidade a personagem, tende a buscar nelaaquilo que é universal, isto é, comum a cada um de nós e que define a nossa condição humana.

Linguagem da prosa naturalista:
- Um procedimento característico da prosa naturalista é apresentar o ambiente físico e social detalhadamente, como se o narrador estivesse munido de uma máquina fotográfica com lentes do tipo zum, que lhe permitisse compor e decompor os detalhes de cada coisa.
- A sualinguagem caracteriza-se pela adoção de uma postura analítica e científica diante da realidade. Por isso, faz uso frequente da narração impessoal e de descrições minunciosas, com muitas sugestões visuais, oflativas, táteis, e auditivas.
- A prosa naturalista tem preferência pelo retrato de agrupamentos coletivos.
- No retrato das personagens, predomina a abordagem física e social.
- Os homens...
tracking img