Parasitos de peixes que podem infectar o ser humano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1669 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA – UFJF
DEPARTAMENTO DE PARASITOLOGIA

PARASITOS DE PEIXES QUE PODEM INFECTAR O SER HUMANO

Deborah Albuquerque
Elias Netto
Henrique Casal
Priscila Basílio

JUIZ DE FORA, MG
2010
Deborah Albuquerque
Elias Netto
Henrique Casal
Priscila Basílio

PARASITOS DE PEIXES QUE PODEM INFECTAR O SER HUMANO

Trabalho apresentado para fins de avaliação àdisciplina de Parasitologia aplicada à nutrição, do curso de Nutrição da Universidade Federal de Juiz de Fora.

JUIZ DE FORA
2010
Introdução
A presença de parasitos em peixes é muito frequente. Entretanto, esses parasitos não são extremamente preocupantes, no que se diz respeito à economia ou à saúde pública.
São conhecidas mais de 50 espécies de parasitos helmintos de peixes e mariscos queprovocam doenças no homem. Muitas são raras e envolvem apenas danos ligeiros a moderados, mas algumas colocam riscos potenciais de saúde.
Uma grande variedade de parasitas tem sido identificada em peixes crus. O crescimento da população de mamíferos marinhos está relacionado ao aumento da ocorrência de parasitas de peixes. E o aumento das infecções marinhas também está associado à distribuiçãomundial e ao aumento da popularidade da ingestão de alimentos marinhos ingeridos crus.
Todos os parasitos têm ciclos de vida complexos. Não se transmitem diretamente de peixe para peixe, mas durante o seu desenvolvimento têm de passar por um certo número de hospedeiros intermediários. Muito frequentemente os caracóis do mar ou os crustáceos estão envolvidos como primeiros hospedeirosintermediários e peixes marinhos como os segundos hospedeiros intermediários, enquanto que o parasito sexualmente maduro se encontra em mamíferos como hospedeiros definitivos.

1. Diphyllobothrium latum
Diphyllobothrium latum, conhecido como a tênia do peixe, causa a difilobotriose. A difilobotriose ocorre em áreas onde lagos e rios coexistem com o consumo humano de peixe cru, mal cozido ou defumado.Estas áreas são encontradas na Europa, Rússia, América do Norte e Ásia.
Dos cestódeos que infectam peixes e humanos, o gênero Diphyllobothrium apresenta a maior importância; este parasita desenvolve sua maturidade sexual no trato intestinal de mamíferos.
O D. latum é encontrado na carne de peixes frescos de água doce ou de água salgada que migram para água doce para a reprodução; os ursos e oshumanos são os hospedeiros definitivos deste parasita. O D. latum é um cestódeo largo e longo, podendo atingir o comprimento entre um a dois metros até dez metros. Normalmente maturam em focas ou outros mamíferos marinhos. Os ovos imaturos são liberados nas fezes e, em contato com a água, liberam os coracídios que são ingeridos por pequenos crustáceos, onde ocorre o desenvolvimento de uma larvaprocercóide. Os artrópodes são ingeridos por peixes, e larvas plerocercóides infestam o organismo do peixe. No homem, o verme adulto se localiza no duodeno, no jejuno ou no íleo e os ovos imaturos são liberados pelos proglotes e são passados para as fezes cinco a seis semanas após a infecção. Os humanos são os hospedeiros definitivos e a infecção se dá pelo consumo de peixe cru contendo esparganos.O salmão é o peixe que mais comumente transmite a difilobotriose, que também pode ser transmitida por trutas.
A difilobotriose é caracterizada por distensão abdominal, flatulência, dor epigástrica, anorexia, náuseas, vômitos, astenia, perda de peso, eosinofilia e diarreia após 10 dias do consumo de peixe cru ou mal cozido.
Uma complicação peculiar dessa helmintose é o desenvolvimento de anemiamicrocítica e megaloblástica, principalmente em pessoas geneticamente susceptíveis, pois o parasita adulto tem a capacidade de absorver intensamente a vitamina B12 no intestino do hospedeiro com prolongada infestação. Entretanto a maioria das infecções são assintomáticas.
A infecção é diagnosticada pelo encontro de ovos nas fezes dos pacientes por avaliação microscópica. Estes ovos podem ser...
tracking img