Os sofistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 5 (1008 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 29 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Exercícios sobre “ A política normativa”
1) Os sofistas, mestres da retórica, ensinam a arte da persuasão. Quais são as vantagens desse instrumento na democracia e quais os seus riscos?
Para que a democracia seja de fato efetuada é preciso que maior parte da população tenha a mesma decisão ou apoie a mesma causa sendo que, parte dessas pessoas decidem por si só, mas para convencer a maioriadelas é preciso usar a persuasão.
Os riscos desse metodo é que os argumentos usados para convencer podem não ser real.

2) Interprete a alegoria da caverna do ponto de vista político.
A alegoria da caverna está relacionado ao fato de os políticos deixarem transparecer apenas o que lhe convém, mostrando a população apenas as “sombras” o que eles querem que o povo acredite, sendo muitoimprovavel que o povo chegue a ver a “luz” ou seja a verdade real.

3) Faça um quadro comparativo entre Platão e Aristóteles, indicando as diferenças e as semelhanças entre as suas concepções de política.
Diferenças: Aristóteles recusava o autoritarismo da utopia platônica por considera-la impraticavel e inumana. Recusa a sofocracia que atribue poder ilimitado a uma parte apenas do corpo social,os mais sábios. Alegando que a exclusão hierarquiza demais a sociedade. Enquanto que Platão acreditava nela.
Semelhanças: Ambos se envolveram nas questões políticas de seu tempo e criticavam os maus governos aspirando uma cidade justa e feliz.

4) Na Idade Média, o que muda e o que representa uma continuidade em relação à política grega?
A difusão do cristianismo, que passou a representar oideal de Estado universal. Por ser da natureza humana o pecado e o descontrole das paixões, caberia ao Estado o papel de intimidação para todos agirem retamente.

5) O que é o agostinismo político?
É a teoria que define o confronto entre o poder do Estado e o da igreja pela superioridade do poder espiritual sobre o temporal.

6) No tempo de Péricles, a democracia ateniense supunha aigualdade de direito perante a lei (isonomia) e a igualdade de direito à palavra na assembleia (isegoria). Responda às questões.

a) Os conceitos de isonomia e isegoria ainda são desejáveis na politica atual? Justifique sua resposta.

b) Considerando que nas democracias contemporâneas as assembleias legislativas são constituídas por representantes eleitos, de que modo poderia sergarantido o direito à isegoria a todo cidadão?

7) “ O que dissemos a propósito da Cidade e de sua construção não é uma quimera vã. Sua execução é dificil, mas viável, como dissemos, de uma única maneira: quando assumirem o poder dos governantes – um ou vários – que, sendo verdadeiros filósofos, desprezam as honras que hoje disputam, por considerá-las indignas de um homem livre e despojado e tem namais alta estima a retidão – e as honras que dela decorrer – assim como a justiça, que considerarão como a mais importante e a mais necessária de todas as coisas.”
a) Explique em que sentido a afirmação de Platão fundamenta a concepção de sofocracia.
No sentido de que para o Estado seja bem governado é preciso que filosofos virem reis ou os reis virem filosofos, assim, como a justiça,considerarão a honra como a mais importante e a mais necessaria de todas as coisas.

b) Qual é a posição de Aristóteles a respeito?
Ele atribue poder ilimitado a uma parte apenas do corpo social, os mais sabios, alegando que a exclusão hierarquiza demais a sociedade.

c) A concepção do governante justo faz parte do pensamento dos dois filósofos. Explique como esse aspecto constitui umacaracterística importante da concepção politica antiga e medieval.
Amobos criticavam os maus governos aspirando uma cidade justa e feliz. Na concepção política antiga os cidadãos se reuniam para debater os assuntos da cidade e resolver problemas legais e na medieval a difusão do cristianismo, passou a representar o ideal de Estado universal

8) Leia os itens de um documento do século XI,...
tracking img