Os simpsom

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1755 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO



No universo do texto, pode-se perceber claramente que o ponto de vista kantiana a perspectiva moral e ética sobre a família Simpson nos remete a elementos argumentativos e persuasivos a cerca das habilidades que nos mostram conflitos entre eles sobre a ética e a moral, como as atitudes e comportamentos que vão de encontro com as perspectivas moral dequaisquer famílias tradicionais. Portanto, num excelente objeto de análise para a compreensão de fenômenos sociais no qual a ficção se fundamenta na realidade fazendo surgir um tipo popular e peculiar de entendimento, o entretenimento de massa baseado na ridicularização da própria sociedade.
Os seriados norte-americanos e novelas brasileiras tem umas comparações relevantes em relação aoconteúdo que quase sempre são parecidas e ganham destaque na mídia especializada no gênero, mas dificilmente conseguem convencer a resistência do mundo acadêmico. É fato que as barreiras tem sido derrubadas aos poucos, mas ainda falta muitos argumentos e visão para que os assuntos televisivos se tornem alvo de discussão em meio acadêmico. Análises da influência cultural de determinados programasbrasileiros e estrangeiros têm surgido no mercado editorial e, para nossa grata surpresa, assinados por especialistas ou intelectuais provenientes de algumas das melhores universidades nacionais e internacionais.
É nesse aspecto que a família do seriado “Os Simpsons” se transforma em livro e objeto de pesquisa na Filosofia, uma coletânea de artigos escritos por respeitadosprofissionais dedicados a nobres áreas do conhecimento das ciências humanas, especialmente a filosofia, série de desenhos animados criados por Matt Groening, que retrata a moral e ética no ambiente familiar de forma paradoxo e um dos assuntos mais frequentes o comportamento dos pais diante dos filhos. Aprender filosofia pode ficar muito mais fácil quando conseguimos fazer conexões (sinapses) entreprodutos da cultura pop mundial como “Os Simpsons” e as grandes referências e conceitos criados pelos principais pensadores da história da humanidade. Outro aspecto importante da obra reside no fato de que as barreiras entre o mundo acadêmico e a sociedade “leiga” estão sendo superadas aos poucos, permitindo um saudável intercâmbio que integre a produção cultural popular e a chamada alta cultura.
2OS SIMPSONS E AS SUAS PERSONALIDADES DE CADA PERSONAGEM

Os Simpsons são uma típica família americana de classe média que vive numa cidade chamada Springfield. A pequena comunidade tem todos os problemas sociais da sociedade real, são apresentados de maneira peculiar através de uma família que é composta de cinco pessoas: Homer, o pai; Marge, a esposa; Bart, o filho mais velho;Lisa, a filha do meio e Maggie, a filha mais nova. Homer Simpson é o chefe da família. Trabalha na Usina Nuclear área de segurança na cidade de Springfield, apesar de não ter moral e ética na vida pessoal e responsabilidade suficiente para tal cargo. Esforça-se para ser um bom pai, apesar de frequentar igreja evangélica age de forma nada adequada para aos dogmas da religião não aceitas certos pelosseus comportamentos, mas fracassa em suas tentativas, pois Ele possui características marcantes que fazem dele uma figura impresumível no desenho. É um homem gordo, preguiçoso, ambicioso, e que gosta de tomar cerveja no Bar do Moe, de comer rosquinhas e ficar o maior tempo possível na frente da televisão. É um tanto desprovido de inteligência e suas atitudessão, na maioria das vezes, extremamente estúpidas.
No geral é um bom pai e faz de tudo pelo bem da família, apesar de estar sempre em conflito com Bart, não dar valor à inteligência de Lisa, não lembrar que Maggie existe e, mesmo amando sua esposa Marge, se sente confinado no lar e sai para embriagar-se e nada faz para mudar o comportamento
Marge Simpson é...
tracking img