Os impactos do judiciario na economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (394 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO DA BAHIA
CURSO DE DIREITO – 2011.02



VANIARA MARIA OLIVEIRA NUNES

















OS IMPACTOS DO JUDICIÁRIO NA ECONOMIASalvador
2011
VANIARA MARIA OLIVEIRA NUNES













OS IMPACTOS DO JUDICIÁRIO NA ECONOMIA










Trabalhoapresentado ao Professor Luciano Brunet, como requisito parcial para aprovação na AV1, da disciplina Fundamentos de Economia.






















Salvador
2011
Ouvir
Lerfoneticamente
 
Dicionário - Ver dicionário detalhado
OS IMPACTOS DO JUDICIÁRIO NA ECONOMIA

Com o mundo globalizado, economistas e profissionais de Direito representam um papel essencial na Economia deum país.

Encontrar um modelo econômico eficiente, que aplicado em nosso país, produza uma integração competitiva na economia mundial, aliado a uma regulação judiciária satisfatória, é um grandedesafio.

O judiciário é uma das instituições mais fundamentais para o sucesso do desenvolvimento econômico de um país, pois dele resulta a garantia de direitos de propriedade e o cumprimento efetivode contratos. Um mau funcionamento, certamente implicará num impacto negativo no desempenho da economia, pois limita a abrangência das atividades econômicas, dificulta a exploração de economias deescala, desencoraja investimentos e distorce o sistema de preços ao introduzir fontes de riscos adicionais nos negócios, entre outros problemas.

O Banco Mundial, em seu Relatório sobre oDesenvolvimento Mundial de 1997, lista três características que ilustram muito bem um bom judiciário: independência, força e eficiência gerencial. Na prática, significa ter poder de coerção eficiente não apenas emtermos legais, mas também em termos de recursos humanos e financeiros.

Vale ressaltar, que embora a morosidade na solução dos processos seja evidente, temos que considerar que o judiciário...
tracking img