Os herdeiros da modernidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1549 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
256

INIcIAÇÃoHIsTóRIA À

DA FILosOFIA

mesmo continuadores da tradição moderna. e até mesmo clássica. embora de uma forma crítica, e que vêem assim a tarefa da filosofia na medida em que desenvolve essa tradição, mesmo que buscando novos rumos; e 2) aqueles que, ao contrário, pretendem romper de maneira decisiva e profunda com essa tradição, inaugurando uma nova reflexão, uma nova formade filosofar, ainda que vários desses levem em conta. sob certos aspectos, as questões tradicionais. . . . "'" ., ' .. . N~ primeiro grupo, ~o qual denomíaamos=herdeiros da modernidade", podemos mc~ulf a fenomenologia, o existencialismo, a filosofia analítica e o positivismo lôgico, bem como a teoria crítica da Escola de Frankfurt. Dentre os críticos da mo erm e, aque es que procuram maugurar umanova orma de filosofar, destac~-se sobre~do Heidegger, Wittgenstein e os pensadores contemporâneos do que tem SIdodenommado ''pós-estruturalismo'' e "pés-modemismo",
A.

2. Os HERDEIROS DA MODERNIDADE

Afenomenologia

..e,

>

\Afellomenologia é o movimento filosófico inaugurado por Husserl e desenvolvido, sobretudo na França e na Alemanha/por seus seguidores,/constituindo uma dasprincipais correntes do pensamento do séc.xx.O termo "fenomenologia" foi inicialmente utilizado pelo filósofo e matemático alemão do séC.XVIIIohann Lambert para J caracterizar a "ciência das aparências" e empregado posteriormente por Hegel em sua "ciência da experiência da consciência", sendo esta a tradição em que HusserI se inspira. Edmund HusserI (1859-1938) nasceu na Morávia, então parte doImpério AustroHúngaro, e foi professor na Universidade de Freiburg (1916-28), na Alemanha, tendo influenciado fortemente toda uma geração de pensadores que foram seus alunos, como Karl Jaspers e o próprio Martin Heidegger. Seu projeto filosófico caracterizouse inicialmente pela formulação da fenomenologia como um método que pretenje ex licitar as estruturas im licitas da eriêneia humana d real,revelando o senti o ,siessaexperiência atrav s de uma análise da consciência em sua relacão com o aI· A fenomenologia de HusserI pertence assim à tradição da filosofia da consciência e da subjetividade características da modernidade, embora desenvolvendo uma interpretação própria. Não pretende, por exemplo, ao contrário da epistemologia do início da modernidade, fundamentar ou legitimar o conhecimentocientífico, mas considera sua tarefa basicamente como 9-ÇiÇritiYDQ§ el~t:IJtQs"llis básicos de DpssaJ~wed riêoWa. Se, desse ponto de vista, afasta-se da tradição moderna, por outro lado HusserI, matemático de formação, vê a filosofia como "uma ciência rigorosa" e dá à teoria do conhecimento um lusar ceJ!!!.a1em seu pensamento. Pela temática que desenvolve, pelos conceitos que emprega e pelamaneira como concebe a tarefa da filosofia. Husserl pode ser visto como urii herdeiro direto de Descartes e Kant. Suas principais obras foram: Investigações lógicas'(1900-0"1), Ajilõsojia éÕnJO ciência rigorosa (1910-11), Idéias diretrizes para uma fenomenologia (1913), Lógica formal e 16gica transcendental (1929), Meditações cartêsianóS (1931). Alguns destes títulos deixam claras suas relações com atradição racionalista moderna. O lema básico da fenomenologia é "de volta às coisas mesmas", procurando com isso a superação da oposição entre realismo e idealismo, entre o sujeito e o objeto, a

258

INIClAçAo

À HISTÓRIA DA Fn.OSOFIA Fn.oso.FIA CoNlEMffiA

259

consciência e o mundo! Toda consciência é consciência de alguma coisa; a consciência se caracteriza exatamente pelaintencionalidade, pela visada intencional que a dirige sempre a um objeto. determinado. Trata-se da c,2.nsideraçãodo.que apl!JYCe.à ment . da e eriência reflexiva da cons ia. Contudo, para Husserl, a enomenologia não é uma psicologia descritiva, uma descrição do.modo. de operar da consciência, voltando-se sobretudo para a análise das essências, entendidas como unidades ideais de significação, eleméntos...
tracking img