Os contratualisatas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (801 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Colégio estadual Prof. José Aloisio Aragão – Aplicação



Os
Contratualistas

Nomes:

Londrina, 14 de março de 2013
SumárioIntrodução
Thomas Hobbes, John Locke e Jean Jacques Rousseau, também chamados de Contratualistas, fazem parte de uma doutrina que reconhece o "direito natural" e a necessidade de um Estado natural porparte dos homens. Porém, as ideias desses filósofos, apesar de terem pontos de concordância, se diferem em alguns aspectos, que veremos nesse trabalho.
Os Contratualistas, Thomas Hobbes, John Locke eJean Jacques Rousseau, acreditavam que o Estado teria surgido através de um contrato onde os homens estabeleceram regras para o convívio social e subordinação política. Anterior à origem desse contrato,todos os três afirmavam que o homem vivia naturalmente, sem poder e sem organização, constituindo o estado de natureza. Entretanto, os três contratualistas apresentam pontos de divergência nadefinição desse estado de natureza...
Há uma semelhança clara entre as teorias dos três filósofos contratualistas que estudaremos neste trabalho. Todos eles concebem um hipotético ser humano no estado denatureza que fundamenta a necessidade do Estado e, de certa forma, define o principal serviço que este deve prestar a sociedade. Contudo, há também grandes diferenças. Agora, iremos ver as semelhanças ediferenças existentes entre as teorias de Thomas Hobbes, John Locke e Jean-Jacques Rousseau.

DesenvolvimentoThomas Hobbes, filósofo inglês
Hobbes inicia sua filosofia política concebendo hipoteticamente o ser humano no estado de natureza. Segundoele, nesse estado, o maior interesse de cada indivíduo humano é conservar a própria vida. Todavia, no estado de natureza o ser humano é incapaz de controlar seus impulsos selvagens, e isso faz de...
tracking img