Os caos nos aeroportos.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1868 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Por que a caos nos aeroportos brasileiros?
Em 1975 para os brasileiros, infelizmente, os confortos que os aeroportos podem permitir ao espírito e ao corpo são ainda muito frequentes. Segundo pesquisas, especializada em aviação; ao mesmo tempo em que revelava a insignificância aeroviária nacional em termos de movimento de passageiros e aviões, definia o que se entende hoje por aeroportos welldressed, ou bem equipado, no aspecto referente a instrumentos de auxílio às aeronaves. Este well dressed é uma escapatória para o caos que é enfrentado nos aeroportos atualmente. O correto e mais coerente seria, não ‘’criar’’ o well dressed, mas sim melhor toda a intenção aéreo viária brasileira.
Um levantamento feito pelo sindicato, com base nos dados do Ministério da Aeronáutica, constatou que,dos 137 aeroportos operados pela aviação comercial brasileira, 35 não possuem sequer pistas pavimentadas e apenas cinco contavam com equipamentos eletrônicos ‘’razoavelmente’’ modernos. Os aeroportos do país são muito deficientes, seja quanto à segurança, seja quanto ao conforto.
Hoje, principal causa de problemas no setor é a falta de investimentos, que resulta na infraestrutura precária dosaeroportos. Ao chegar um simples feriado prolongado para que os atrasos e cancelamentos se multipliquem. Soma-se a isso o fato de que a estabilização econômica resultou no acesso de um número maior de brasileiros às viagens aéreas – a quantidade de pessoas que viajam de avião dobrou nos últimos cinco anos. Esse crescimento ocorreu pois a maioria das pessoas esta tendo condições para ter acesso aviagens aéreas, pelo principal motivo do credito que as companhias tem adotado recentemente. O credito dá as pessoas um acesso com maior facilidades a determinados ‘’luxos’’ que no ´passado era totalmente distante desta ideia . Seria por isso o resultado são aeroportos barulhentos, lotados e desconfortáveis .
As incertezas que dominam o setor aéreo são resultado de uma série de problemasinterligados. Os recursos da área são mal administrados; os aeroportos não têm estrutura para atender a atual demanda; faltam pessoas capacitadas; os radares e radios não funcionam como deveria. Basta que um desses elos da corrente não funcione para que todos os outros sejam comprometidos.
Um exemplo de como a administração aérea esta nas mãos erradas, é: em 2006, o choque entre um jato Legacy americano e umBoeing da Gol – causando a morte de 154 pessoas – foi o episódio que chamou definitivamente a atenção da população brasileira para a precariedade do setor de transporte aéreo do país.
A explicação é da coordenadora de índices de preços do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Eulina Nunes dos Santos.
Entre as elevações nos custos das companhias aéreas em 2011, a especialistado IBGE destaca o encarecimento entre 35% e 40% do querosene de aviação no ano passado. "As empresas argumentaram que por muito tempo não repassaram os aumentos de custos aos consumidores, e fizeram isso em 2011", diz a especialista. Em 2010 as passagens aéreas subiram 3,17%.
Eulina ressalta que a demanda também exerceu forte influência no reajuste das passagens aéreas. Eventos sazonais, comoRock in Rio e Cirque du Soleil, motivaram famílias a viajar de avião.
A crise aérea mostra novamente sua face com os atrasos da Gol que não atinge somente os passageiros, usuários dos serviços da companhia. Os funcionários estão organizando uma paralisação que deve ocorrer na sexta-feira 13. As reivindicações: melhores salários, plano de saúde, fim do excesso de jornada e assédio moral. OSindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) tenta contato com o setor de recursos humanos da companhia aérea há dois meses, sem sucesso, para discutir essas reivindicações da categoria.
Ela pede aos aeroviários e aeronautas que levem a discussão às suas entidades de classe, para se resguardarem de qualquer tipo de retaliação da Gol. “Já que a empresa não esteve aberta às nossas tentativas de negociação,...
tracking img