Origem do sistema linfatico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3208 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O sistema linfático tem sua origem embrionária no mesoderma, desenvolvendose junto aos vasos sanguíneos. Durante a vida intra-uterina, algumas modificações no desenvolvimento embrionário podem constituir características morfológicas pessoais, que variam entre os indivíduos (GARRIDO, 2000). O sistema linfático representa uma via auxiliar de drenagem do sistema venoso. Os líquidosprovenientes do interstício são devolvidos ao sangue através da circulação linfática, que está intimamente ligada à circulação sanguínea e aos líquidos teciduais. (RIBEIRO, 2004).
De acordo Guirro e Guirro (2004), o sistema linfático se assemelha ao sanguíneo, porém, existem diferenças entre esses dois sistemas, como ausência de um órgão bombeador no sistema linfático, além deste sermicrovasculotissular. As artérias e veias do sistema de vasos sanguíneos formam uma circulação completa ou fechada, que é impulsionada pelo coração. O sistema de vasos linfáticos forma apenas uma meia circulação que se inicia cegamente no tecido conjuntivo e desemboca pouco antes do coração, nas veias. O fluxo linfático é impelido principalmente pela contração dos linfangions e também através das atividadesmusculares (HERPERTZ, 2006).
O sistema linfático consiste de uma extensa rede de capilares e amplos vasos coletores, linfonodos e órgãos linfóides (linfonodo, tonsilas, baço e timo) (SPENCE, 1991).
Estrutura do sistema linfático A linfa
Segundo Ribeiro (2004), a linfa representa um tecido imunológico circulante que transporta uma grande quantidade de leucócitos, predominando quase que exclusivamenteos linfócitos. As vias linfáticas são constituídas por capilares linfáticos, vasos linfáticos e troncos linfáticos.
A linfa desempenha importante papel no transporte de substâncias no organismo, ajuda a eliminar o excesso de líquido e produtos que deixaram a corrente sangüínea, tendo ação imunológica, isto é, a linfa é rica em anticorpos. Quando o sistema circulatório e/ou linfático não cumprecorretamente suas funções, o corpo fica sobrecarregado por excesso de líquido que não consegue absorver. Na maioria dos casos, esse fenômeno se traduz por sintomas como celulite, retenção de líquidos, peso nas pernas e aparecimento de edema, mais conhecido como linfedema. (CUNHA E BORDINHON, 2004).
Transporte da linfa
Contração dos músculos vizinhos: O aumento da pressão força uma maior quantidadede líquido para dentro dos capilares linfáticos, modificando a pressão interna do capilar, desencadeando uma seqüência de contrações, que também serão transmitidas para segmentos subseqüentes. A intensa atividade muscular eleva também a temperatura da região, levando a um aumento das contrações da musculatura lisa dos capilares linfáticos. A ação do diafragma sobre o transporte da linfa: Arespiração provoca uma mudança de pressão na caixa torácica; onde na inspiração, esta se dilata e seu volume aumenta consideravelmente pela descida do diafragma, mudanças pelas quais estão acompanhadas por uma pressão negativa em relação à pressão atmosférica. Assim o vácuo parcial que se forma na caixa torácica não somente impele o ar para dentro dos pulmões, como também facilita o avanço do fluxolinfático. A pulsação das grandes artérias: Os vasos linfáticos se encontram
YAMATO, Ana Paula do Carmo Nantes quase sempre nas proximidades dos vasos sangüíneos, de modo que a pulsação das grandes artérias repercute também nos vasos linfáticos, fatos este coadjuvante na motricidade dos vasos linfáticos (CUNHA E BORDINHON, 2004).
Vias Linfáticas
As vias linfáticas são compostas de capilares, vasos etroncos. Os capilares apresentam-se sob forma de fundo cego, isto é, são fechados com suas extremidades ligeiramente dilatadas sob forma de pequenos bulbos. Os capilares linfáticos não são reconhecíveis em cortes histológicos da pele, nem mesmo por meio de lingangiografia (GUIRRO E GUIRRO, 2002).
Os capilares linfáticos dispostos em forma de redes fechadas espalham-se por todo corpo, dando...
tracking img