Organograma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1397 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ORGANOGRAMA















CRICIÚMA, MAIO DE 2012


















ORGANOGRAMA























CRICIÚMA, MAIO DE 2012




SUMÁRIO



Introdução 4
1 Organograma 5
1.1Objetivos do Organograma 5
1.2Tipos de Organograma 5
2 Departamentalização 6
2.1 Tipos, Vantagens e Desvantagens de Departamentalização 6
3Conceitos de liderança 8
3.1 Tipos de Liderança 8
4 conceitos de hierarquia e a importância do organograma neste contexto 9
5 Anexos 10
6 Referencias Bibliográficas 11









































1. Organograma

Organograma pode ser definido como uma representação gráfica de uma estrutura formal da organização, dando a todos apossibilidade de entender os grandes marcos da organização e seus funcionamentos.

1.1 Objetivos do organograma.
A objetividade do organograma é apresentada através de gráficos, a principio tendo por finalidade representar os órgãos componentes da empresa; as funções desenvolvidas pelos órgãos de forma genérica; as relações interdependentes entre os órgãos; os níveis administrativos quecompõem a organização; e a via hierárquica.
Este instrumento de trabalho é um facilitador para melhor compreendermos o sistema organizacional, não somente como um “produto acabado”. Sendo importante que o gestor responsável pelo manuseio do organograma observe que este instrumento tem que ser de leitura fácil e direta, para que todos possam interpretá-lo de forma coerente.


1.2 Tipos deorganograma.
Podemos classificar de duas maneiras os organogramas, sendo os clássicos e os nãos clássicos. Os tipos clássicos também são denominados como tipo vertical, sendo o mais comum, qual é elaborado com retângulos que representam os órgãos e as linhas que fazem as ligações hierárquicas e de comunicação entre eles.
Os nãos clássicos são os organogramas em barra, em setores, radical,lambada, bandeira, organograma linear de responsabilidade (OLR), informativo, e Dial de Wyllie.
Das técnicas de elaboração pode se tratar o organograma de forma estrutural circular ou radical, funcional estrutural ou matricial (em matriz). Não é difícil agrupá-los, por serem bem parecidos e de elaboração idêntica, mudando apenas o rotulo, mesmo assim há dificuldades em que o gestor assimiletodas as técnicas de elaboração e usá-las da forma adequada.
Dos diversos tipos de organograma, a estrutura mais sofisticada é o organograma matricial, neste tem duas estruturas num só gráfico. Uma estrutura é a clássica ou tradicional e a outra é criada a partir das instalações de equipes orientadas para projetos específicos e de razoável grau de complexidade.
2. DepartamentalizaçãoÉ a técnica de descentralizar as partes de uma estrutura, formando unidades produtoras em perfeita funcionalização, dentro das necessidades do trabalho. Faz parte da Administração de Empresas.
Normalmente, determinadas atividades de uma Empresa, são divididas em setores que acabam por fazer parte do contexto da Empresa na forma de um Departamento, que engloba vários subsetores ouseções e estas outras subseções.
Uma Empresa excessivamente departamentilizada, corre o risco de haver perdas de informação no pico do Organograma Empresa, ou seja, a Diretoria corre o risco de receber informações truncadas, além de gerar custos desnecessários. Normalmente uma Empresa Departamentilizada ou que possui departamentos, usa o processo de departamentalização ou divisão de poderes emescala racional a fim de evitar problemas de difícil conserto e custos desnecessários com pessoal.


2.1 Tipos, Vantagens e Desvantagens de departamentalização.
Existem algumas formas de a empresa departamentalizar suas atividades:
I. Por função;
• Vantagens:
• própria para atividades repetitivas e especializadas
• tamanho e controle...
tracking img