OLIVEIRA A

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 184 (45930 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
PUC-SP

Adriano de Oliveira

“Os recusados”
Uma experiência de moradia transitória infanto-juvenil no campo da Saúde Mental

MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL

SÃO PAULO
2015

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
PUC-SP

Adriano de Oliveira

“Os recusados”
Uma experiência de moradia transitória infanto-juvenil no campo da Saúde Mental

MESTRADOEM PSICOLOGIA SOCIAL

Dissertação apresentada à Banca Examinadora da
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo,
como exigência parcial para obtenção do título de
Mestre em Psicologia Social, sob a orientação da
Profa. Dra. Maria Cristina Gonçalves Vicentin.

SÃO PAULO
2015

Banca examinadora

________________________________________________

________________________________________________________________________________________________

AGRADECIMENTOS

A Cristina Vicentin, pela generosidade e atenção cuidadosa com que orientou esse
trabalho, e pela força que tem de nos instigar a pensar diferentemente.
Aos pesquisadores do Núcleo de Pesquisas em Lógicas Institucionais e Coletivas que me
acompanharam nesse percurso, acolhendo angústias e inquietações e sugerindo caminhos.
Emespecial, às amigas Julia Joia e Alyne Alvarez. Aprendi muito em suas companhias.
Às professoras Bader Sawaia e Andrea Scisleski, pelas sugestões e apontamentos durante o
exame de qualificação, fundamentais para a continuidade do trabalho.
À CAPES, pelo apoio à realização desta pesquisa.
Às professoras Isa Maria Ferreira da Rosa Guará e Maria do Rosário Corrêa de Salles
Gomes, pelas preciosasinterlocuções sobre o tema das políticas para a infância e
adolescência.
Aos trabalhadores do CAPS I e da UAI onde esta pesquisa se realizou, por todo o suporte e
abertura que me deram para a realização da pesquisa.
Aos amigos de São Paulo, que foram pacientes e compreensíveis nesse período de escrita:
Paulina, Victor, Marcel, Igor, Claudia, Cris, Cy.
Aos amigos da época da faculdade, que mesmo estando longe,estão presentes de
diferentes formas na minha vida: Nádia, Mirian, Marice, Camila Nagai, Dayana, Bruno,
Daniel (Du), Lauren, e tantos outros. Pela alegria dos encontros.
Um agradecimento especial a Leonardo Klein, que esteve ao meu lado nos momentos finais
da escrita, cuidando da janta, preparando o chá e papeando sobre assuntos que sequer
sabia do que se tratava. Pela escuta e pela palavra,obrigado.
À minha família.
A todos que, de alguma forma, apoiaram ou participaram da realização deste trabalho.

RESUMO

OLIVEIRA, A. de. “Os recusados”. Uma experiência de moradia transitória infanto-juvenil
no campo da saúde mental. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social), Pontifícia
Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo, 2015.

Ao estudar uma Unidade de AcolhimentoInfanto-juvenil, a presente pesquisa quis pensar
criticamente a atualidade das práticas de cuidado e proteção direcionadas às crianças e
adolescentes ditos em situação de vulnerabilidade social. Mais especificamente, são os
modos de cuidar e modos de proteger, ou, em última análise, modos de governar certas
crianças e adolescentes o foco deste trabalho. Para a constituição do campo de análise,
fomos guiadospelos trabalhos genealógicos de Michel Foucault e Robert Castel. Num
segundo momento, retomamos aspectos da história das práticas direcionadas à
determinada população infanto-juvenil no bojo das políticas sociais, seguindo agora com
Foucault e Jacques Donzelot. Em seguida, foram traçados alguns aspectos da história dos
modos de governo executados pelas políticas assistenciais direcionadas àinfância e
adolescência no Brasil, para então apresentar alguns modos de governo operados a partir
das composições das políticas sociais (Saúde e Assistência Social) com a Justiça. Por fim,
fizemos uma breve passagem pela história das políticas de drogas no intuito de considerar
o contexto em que se propõe uma unidade de acolhimento no campo da Saúde Mental,
para daí acompanhar sua emergência na...
tracking img