Olimpikus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1727 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
OLYMPIKUS:
Batendo Recordes nos Jogos Pan-Americanos

Análise SWOT

Forças (Retirado do texto)

• Marca líder, forte e consolidada no mercado

• Líder em volume de vendas, com mais de 10 mil canais de distribuição no Brasil

• Alta capacidade de produção e de investimento

• Controle da produção (100% nacional)

Fraquezas (Retirado do texto)

• Concorrentesmuito poderosos

• Baixo valor agregado à marca (tecnologia e design) em relação aos concorrentes globais

• Pouca penetração nos canais especializados (lojas esportivas)

Oportunidades (Retirado do texto)

• Esporte em alta (valorização do bem-estar, qualidade de vida)

• Valorização da moda esportiva para uso casual

• Marcas concorrentes focadas em futebol

•2007: ano do Pan no Brasil

• Incremento de renda do brasileiro

Ameaças (Retirado do texto)

• Queda na cotação do dólar (baixa na exportação e concorrentes com preço mais competitivo)

• Efeito China: produção com preço mais baixo

• Copa do Mundo de Futebol 2006 (Olympikus de fora)

• Setor calçadista: reduções nas exportações acarretam mais competição nomercado interno

Em 2005 a Olympikus já liderava o mercado de calçados nacional com seus modelos básicos, o que representava um significativo “share” em volume de vendas, mas um modesto “share” em valor. O lançamento de modelos de alta tecnologia e com preços acima de R$ 99 provocou uma queda de “share” em volume, mas colocou a marca em pé de igualdade com as grandes marcas internacionais.

Marcascomo Nike e Adidas, que produziam seus produtos em países como a China, onde a mão de obra barata e a ausência de leis trabalhistas baixam o custo de produção tornando o preço dos produtos extremamente competitivos em todo o mundo, aproveitavam-se da queda do dólar para entrarem fortes no Brasil.

Neste contexto, além da favorecer a entrada das grandes marcas internacionais no país, a queda dodólar ainda afetava o exportador brasileiro que para manter o volume de vendas de calçados focava sua produção no mercado interno, aumentando ainda mais a competitividade do setor.

Vale ressaltar que os hábitos do consumidor haviam mudado consideravelmente desde 1975, ano em que a Olympikus foi lançada: os calçados esportivos não estavam mais restritos apenas a atletas, e vestiam crianças, adultose idosos; homens e mulheres que buscavam calçados confortáveis e para uso no dia-a-dia. A prática de esportes, mesmo que de forma amadora, também representava uma grande oportunidade para os “players” do setor, que viam na busca cada vez maior pela qualidade de vida um forte apelo para o incremento nas vendas.

Como o futebol, esporte mais popular no Brasil, era completamente dominado por Nikee Adidas, a Olympikus focou seus esforços nos esportes olímpicos e o patrocínio de atletas e equipes com forte apelo internacional promoveu a marca de forma mais agressiva na mídia. Esta exposição assegurou a liderança de mercado da Olympikus em volume, tornando a marca de tênis mais vendida no país.

Entretanto, com a Copa do Mundo em 2006 as atenções estariam todas focadas no futebol e com omercado vivendo momentos de intensa competição foi preciso criar diferenciações para conquistar a preferência do consumidor, e a Olympikus se valeu de sua alta capacidade de investimento para desenvolver novos produtos e estratégias comerciais que aumentassem sua visibilidade em meio às marcas mais desejadas do mundo.

Para conferir maior modernidade e inovação à marca, a tecnologia Tube foidesenvolvida e tornou-se o ponto de partida para uma ousada estratégia de marketing que teve como objetivo estabelecer uma nova referência de produto e imagem. A Olympikus buscava então o segmento “premium” (produtos com preço superior a R$ 199) para conquistar uma fatia do mercado que pertencia a Nike e Adidas. Ou seja, a Olympikus se preparava para brigar em um mercado onde nenhuma outra marca...
tracking img