Odontologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5229 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO PARA O PACIENTE COM NECESSIDADES ESPECIAIS

THE ODONTHOLOGICAL SERVICE TO THE HANDICAPPED SPECIAL PATIENTS


RESUMO
O objetivo deste trabalho foi realizar uma retrospectiva da literatura, enfocando o atendimento odontológico para o paciente portador de necessidades especiais, pois, percebe-se que para ser um profissional completo, não se deve excluir oscasos que apresentem maiores dificuldades. Trabalhar com Pacientes com Necessidades Especiais (PNE) traz para os profissionais desafios e, para realizar o tratamento dentário, existem dificuldades específicas e inespecíficas ligadas às deficiências e aos próprios pacientes, que devem ser superadas. Este estudo possibilitou a evolução de uma postura crítica em relação à profissão e no impactodela sobre a doença bucal em grupos especiais. Diante do exposto, pôde-se concluir que para os profissionais da saúde, Cirurgiões-Dentistas, é indispensável assumir a responsabilidade e o compromisso de contribuir através de suas competências para melhoria da qualidade de vida dos pacientes com necessidades especiais.

Palavras-chave: Paciente com Necessidades Especiais; Tratamento Odontológico;Saúde Bucal.

* Graduandos do 8º Período do Curso de Odontologia da FACS/UNIVALE
** Especialista e Mestre em Endodontia. Professora da Disciplina de Endodontia do Curso de Odontologia da FACS/UNIVALE
















INTRODUÇÃO


PacientesEspeciais são aqueles que apresentam qualquer tipo de condição que os façam necessitar de atendimento diferenciado por um período ou por toda sua vida. Nesse grupo estão incluídos os portadores de doenças metabólicas como o diabetes, alterações dos sistemas, como a hipertensão, condições transitórias, como gravidez, pessoas que perderam sua condição de normalidade como as vítimas de acidentes, os idosos,os deficientes mentais, entre outros (RESENDE, 1998).


Os portadores de são pessoas que geralmente não têm habilidade para promoverem uma higiene oral satisfatória e muitas vezes não permitem que outras a façam, ou a façam de maneira adequada por possuírem comportamento agressivo ou mesmo por apresentarem movimentos involuntários que dificultam a higienização. Entretanto, aquelas que seapresentam com auto-suficiência e independência em relação à escovação têm a higiene oral negligenciadas pelos cuidadores (MARTENS et al., 2000).


O tratamento Odontológico dos portadores de deficiência neuropsicomotoras também se torna difícil necessitando de um tempo mais prolongado nas sessões e um número maior delas, além de exigir muito mais paciência e dedicação do operador (ABREU;CASTILHO e RESENDE, 2001).


A Odontologia para pacientes com necessidades especiais foi considerada como especialidade pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) em 2002 . Na prática há muito tempo essa especialidade vem sendo praticada por profissionais dedicados. Construíram seus conhecimentos garimpando cursos e leituras em várias áreas da saúde e educação. No entanto ainda é poucoconhecida. Dados epidemiológicos ou sobre serviços odontológicos a estes pacientes são escassos, mas muito necessários para o planejamento de uma atenção odontológica de maior qualidade para este grupo específico da população (ABREU; CASTILHO e RESENDE, 2001).


A terminologia “pacientes com necessidades especiais” vem substituindo os já conhecidos termos “portadores de deficiência” ou“excepcionais”. A definição de Pacientes Especiais já está formulada de comum acordo entre as associações de diversos países, como a International Association of Dentistry for the Handicapped (IADH). A idéia de que estas pessoas apresentam deficiência como sinônimo de incapacidade de participação e integração na sociedade vem sendo derrubada pela observação e dados científicos a respeito. É...
tracking img