Nr13543

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3365 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Segurança elétrica em Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS)
Atitude Editorial

Edição 43, Agosto de 2009
Por Sergio Castellari
As instalações elétricas e os equipamentos utilizados em locais médicos são sujeitos a demandas altamente críticas. A vida e a saúde dos pacientes estão sujeitas ao risco de uma pequena corrente elétrica fluir pelo corpo humano ou fluir pelos equipamentoseletromédicos, podendo causar um falso comando interno do aparelho, implicando avarias, redução da vida útil e até mesmo modificação dos parâmetros de diagnóstico. Pode ainda haver um desligamento intempestivo, isto é, um equipamento de suporte à vida pode ser desligado.
Quando a segurança e os requisitos técnicos são estudados, deve-se considerar que há pacientes conectados aos equipamentoseletromédicos e que suas condições físicas podem ser críticas. As correntes elétricas diretas no coração podem ser extremamente perigosas, visto que a sensibilidade do músculo do coração é critica perante correntes elétricas.
Durante uma cirurgia ou um exame médico, alguns aspectos técnicos – diante das condições do paciente – devem ser considerados:
A resistência elétrica da pele pode ser reduzidapela inserção de cateteres;
As funções do corpo podem ser substituídas pelos equipamentos eletromédicos, como uma bomba extracorpórea que atua como um substituto ao coração durante uma cirurgia cardíaca;
As reações naturais podem estar reduzidas devido a analgésicos ou totalmente sem reação quando anestesiados.
Estes riscos têm que ser estudados antes de se efetuar um projeto determinando asaplicações e riscos envolvidos em cada ambiente de um Estabelecimento Assistencial de Saúde (EAS). Assim, é possível determinar o que uma instalação elétrica deve possuir para uma aplicação segura para cada tipo de risco envolvido na unidade.
O objetivo de todas as medidas de segurança elétrica é a segurança dos pacientes, dos funcionários e das instalações. Segurança elétrica, nesse caso, pode serdefinida como “liberdade da maioria dos perigos presentes em um determinado conjunto de circunstâncias”.
Por que atenção especial às instalações elétricas em EAS?
Na atualidade, a aplicação de uma multiplicidade de equipamentos eletromédicos no ambiente médico é comum. Temos, muitas vezes, uma série de equipamentos ligada ao paciente, com monitoração, diagnósticos, substituição de funções docorpo humano, entre outros.
A segunda edição (de 2008) da norma brasileira NBR 13534 – Instalações Elétricas de Baixa Tensão – Requisitos Específicos para Instalação em Estabelecimentos Assistenciais de Saúde – estabelece requisitos para uma segurança elétrica adicional nos ambientes, bem como classifica os ambientes em grupos (0, 1 e 2). Estes grupos são classificados com base em um conjunto deregras que determinam os riscos envolvidos em cada ambiente de um EAS. A seguir, informações sobre essa classificação.
GRUPO 0

GRUPO 1

GRUPO 2

Nos ambientes do Grupo 2, é exigido um sistema elétrico diferenciado chamado “Sistema
IT-médico”. Este tipo de esquema de aterramento contém quatro argumentos essenciais para respaldar a sua utilização:
Confiabilidade do fornecimento de energia;Baixa corrente de fuga à terra;
Aumento da segurança elétrica aos pacientes e equipe médica;
Aumento da continuidade operacional.
Os pontos principais que motivam a adoção do sistema IT-médico em ambientes do Grupo 2 são:
Reações naturais do paciente reduzidas, senão eliminadas;
Resistência elétrica natural da pele reduzida, o que diminui a proteção natural contra choques elétricos. Umacorrente elétrica direta no coração pode causar riscos de fibrilamento no coração, no qual a intensidade da corrente é da ordem de microchoques (10 uA);
Equipamentos eletromédicos utilizados parcial ou permanentemente como suporte ou substituição de órgãos vitais do corpo. Uma falha em um equipamento pode gerar desligamentos, podendo chegar a óbitos;
Gases anestésicos inflamáveis, desinfetantes ou...
tracking img