Nietzsche

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5311 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
174

SIGNO, METÁFORA E VERDADE, A PARTIR DE “SOBRE VERDADE E MENT IRA
NO SENTIDO EXTRA-MORAL” DE NIETZSCHE
SIGN, METAPHOR AND TRUTH ACCORDING TO NIETZSCHE’S “ON TRUTH
AND LIE IN AN EXTRA-MORAL SENSE
Antonio Barros de Brito Junior
Mestre em Teoria e História Literária
UNICAMP- Universidade Estadual de Campinas
antbarros@gmail.com
RESUMO: Partindo do texto “Sobre verdade e mentira nosentido extra -moral”, de
Friedrick Nietzsche, tentaremos, neste artigo, abordar a noção de metáfora tal como
desenvolvida pelo filósofo alemão, observando o modo pelo qual a sua reflexão
inclui um pensamento sobre o signo, seus usos e efeitos. Analisaremos o modo
como, para Nietzsche, a metáfora constitui o procedimento básico pelo qual a
linguagem e o conhecimento se formam. Por fi m,buscaremos mostrar como o par
“verdade” e “mentira” se comporta do ponto de vista de uma “metafísica da verdade”
na ciência e na arte.
Palavras-chave: Metáfora; Semiótica; Friedrich Nietzsche; Verdade; Estética
ABSTRACT : In this article, we read Friedr ich Nietzsche‟s “On truth and lie in an
extra-moral sense”, trying to grasp his concept of metaphor and observing the way
his reflection includes athinking on the theory of signs, its uses and effects. Also, we
analyze how the metaphor constitutes the bas ic process by which language and
knowledge are put together. Finally, we intend to show how “truth” and “lie” behave
from the point of view of a “metaphysics of the truth” in the realm of science and in
the realm of arts.
Key-Words: Metaphor; Semiotics; Friedrich Nietzsche; Truth;Aesthetics

Nietzsche foi um precursor do pensamento pós -moderno do século XX.
Da sua condição “marginal” no âmbito de uma filosofia majoritariamente iluminista,
Nietzsche inspirou as principais abordagens do que se poderia consi derar, hoje, o
ramo da “filosofia da suspeita”. Penso que grande parte desse ceticismo pós moderno (ou mesmo desse cinismo, como diriam alguns), calcado fortemente numacrítica da metafísica através de uma reflexão sobre a linguagem, encontra sua
ancestralidade no texto de Nietzsche (1873) “Sobre verdade e mentira no sentido
extra-moral”. Esse texto dialoga com uma tradição iluminista anterior (o kantismo,
entre outras), partindo de uma reflexão sobre a metáfora e o impulso da verdade, o
que motiva uma elucubração secundária sobre os problemas concernentesao signo
linguístico, ao menos naquilo que tange a relação entre o signo e o objeto imediato –
RevLet – Revista Virtual de Letras
Volume 1, Número 1/2009
ISSN: 2176-9125

175

para usar uma nomenclatura de Peirce (1990); indiretamente, Nietzsche delineia um
pensamento em torno da nature za arbitrária do signo, a fim de perceber como se
compõe o caráter dissimulador da mentira em duasesferas culturais relativamente
autônomas: a ciência e a arte.
Entendemos que a questão principal levantada por Nietzsche – a saber, a
vontade de verdade e a oposição entre verdade e mentira – passa necessariamente
por uma reflexão acerca da produção dos signos. Somente dessa forma podemos
esclarecer alguns pontos que parecem obscuros no fragmento de Nietzsche,
apontando amiúde as basessemióticas do problema sobre a verdade e a mentira,
demonstrando, enfim, que o texto de Nietzsche se mostra como predecessor de um
desconstrutivismo avant la lettre, relativizando certos axiomas tradicionais ao longo
da filosofia iluminista, desembocado, inclusive, numa percepç ão da arte como
caminho alternativo para o que se poderia chamar de uma “antropologia literária”,
conforme a sugestão deIser (1996).
Ao falar em como a metáfora perpassa a formação da linguagem natural,
Nietzsche levanta, concomitantemente, o problema de como a consciência humana
se comporta perante os fenômenos do mundo, abstraindo os elementos do âmbito
empírico e construindo os conceitos e signos com os quais fundamos uma ontologia
mínima. Nesse sentido, a metáfora, para Nietzsche, não é somente um tropos...
tracking img