Neuroses

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 84 (20813 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O PROBLEMA DAS NEUROSES - Traumas

NO TEMPO DE CHARCOT
sabia-se que
o sintoma neurótico é "psicógeno", isto é, proveniente da alma.

NO TEMPO DA ESCOLA DE NANCY
sabia-se que
qualquer sintoma histérico pode ser provocado pela sugestão.

NO TEMPO DE JANET
Conheciam-se
as condições psicomecânicas dos surtos histéricos, como anestesias, paresias,
paralisias e amnésias.

Mas não sesabia como um sintoma histérico pode proceder da alma. As relações psíquicas causais eram totalmente desconhecidas.

Com Breuer, após um estudo de caso com um a paciente que tinha paralisia no braço direito e não conseguia falar noutro idioma a não ser no inglês porque narrara para Breuer que, quando seu pai estava doente e aguardando a chegada de um médico, ela se colocou ao seu lado, com o braçodireito sobre a cabeceira da cama e adormeceu. Em seguida sonhou que via uma cobra e que esta cobra vinha comer o seu pai e, com a mão direita ela tentara espantar a cobra mas, quando tentava fazer isso, não conseguia porque seu braço estava adormecido então, ela resolveu resar mas, por não saber outro idioma a não ser o inglês, cantou uma canção que recordara;

Logo com o título de uma teoriaprecedente de Charcot, resulta a chamada Teoria do Trauma de Breuer, segundo a qual o sintoma histérico e, na medida em que os sintomas constituem a doença, a própria histeria vêm da psique abalada (trauma), persistindo inconscientemente durante vários anos as
impressões produzidas.

Apesar de Freud ter acompanhado a descoberta e ter sido colaborador de Breuer, ele não se fixou por muito temponesta constatação. Freud questionava como a paciente viveu estes momentos, se os cuidados com o pai não poderiam ter provocado estes efeitos e o próprio fato de que, naquela época, as pessoas “predispostas” a estes cuidados, não tinham uma boa saúde nervosa. Então, em que consistia tal predisposição?

É freqüente observar-se que cenas de forte conteúdo emocional, presenciadas por diversaspessoas, têm um efeito diferente sobre cada uma delas: coisas indiferentes ou mesmo agradáveis para algumas são consideradas repugnantes por outras. Haja vista o caso de sapos, cobras, ratos, gatos, etc.

Em outras palavras, não é o choque em si que provoca invariavelmente a doença, mas esta ocorre quando ele encontra uma determinada disposição psíquica, que poderia ser o fato de o paciente atribuirinconscientemente um significado específico ao choque.

Seria esta a chave do segredo da predisposição?
Analisando um caso em que uma moça sai em disparada após ouvir o estalo do casco dos cavalos atrás dela e inevitavelmente corre até o fim da rua e só não pula de uma ponte porque é impedida por pessoas que ali se encontravam, as circunstâncias da cena seriam:

• O medo tomou conta dajovem assim que ela ouviu aproximar-se o tropel dos cavalos.
• Numa fração de segundo teve a impressão de que fatalmente lhe ocorreria alguma desgraça terrível/ como a morte, ou algo semelhante.
• A essa altura dos acontecimentos, já tinha perdido por completo o poder de raciocinar.
• Parece que o momento decisivo foi determinado pelos cavalos.

A reação irresponsável da moça a um acontecimentotão insignificante deve ser atribuída a uma predisposição;

provavelmente, os cavalos tinham para ela um significado todo especial. Não seria infundada, por exemplo, a suspeita de que alguma experiência perigosa em seu passado estivesse ligada a cavalos. A confirmação dessa suspeita não tardou. Quando a paciente tinha sete anos de idade, durante um passeio de carruagem, os cavalos dispararam,aproximando-se em vertiginosa corrida de um barranco que descia abruptamente para um rio. O cocheiro saltou, gritando-lhe que fizesse o mesmo. O medo de morrer a impedia de obedecer, mas por fim saltou a tempo, um ,segundo antes dos cavalos e da carruagem caírem no abismo.

A ORIGEM DO PATOLÓGICO (ou seja, o insólito, o exagerado)

Freud, baseando-se inicialmente na teoria do trauma de Breuer,...
tracking img