Necrose celular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1887 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

As células do nosso organismo devem ser mantidas em condições constantes no que diz respeito à temperatura, irrigação sangüínea, oxigenação e suprimento de energia. Pequenos desvios nestas condições podem ser tolerados, dependendo do tipo da célula atingida, por períodos variáveis de tempo, sem prejuízo da sua função e sem alterações estruturais.
Caso a mudança nascondições do ambiente celular seja um pouco mais intensa ou prolongada, podem ocorrer alterações adaptativas como hiperplasia, hipertrofia, atrofia. Agressões mais intensas ou prolongadas podem levar a alterações celulares reversíveis. Estas alterações são chamadas reversíveis, pois caso o estímulo agressor seja retirado ou cesse, as células retornam ao seu estado normal, funcionalmente e morfologicamente.Contudo, se o estímulo agressor seja mais prolongado ou mais intenso, ocorre lesão celular irreversível, culminando com a morte da célula.
Segundo Guidugli-Neto (1997), o conceito de morte somática envolve a "parada definitiva das funções orgânicas e dos processos reversíveis do metabolismo". É natural que a célula morra para a manutenção do equilíbrio tecidual, e nesse caso, o mecanismo demorte é denominado de "apoptose" ou "morte programada".
A outra forma de morte celular chama-se necrose.



Necrose

Conceito:

Necrose é a morte da célula ou parte de um tecido que compõe o organismo vivo. É a manifestação final de uma célula que sofreu uma lesão irreversível, em outras palavras é quando param as funções orgânicas e os processos reversíveis do metabolismo.Causas:

A necrose celular trata-se da degradação progressiva das estruturas celulares sempre que existam agressões ambientais severas de diferentes causas, dentre elas:

Isquemia:


É a principal causa de necrose. A falta de suprimento sanguíneo para um órgão priva-o do oxigênio para produção adequada de ATP e elementos nutritivos, determinando a morte de suas células, a não serque imediatamente se estabeleça uma circulação colateral suficiente para prover suas necessidades metabólicas. A isquemia poderá ocasionar a necrose de coagulação (comum em órgãos bastante irrigados).
Qualquer necrose de causa vascular é um infarto.


Mecanismos de morte celular na isquemia:


1. Isquemia (interrupção do suprimento de sangue)
2. Falta do oxigênio como aceptorde elétrons na cadeia respiratória
3. Falência da produção de ATP
4. Falência das bombas de Na+ / K+ e Ca++ (dependem de ATP)
5. Aumento do Ca++ no citosol
6. Ativação de fosfolipases intrínsecas da membrana celular (controladas pelo nível de Ca++)
7. Hidrólise de fosfolípides das membranas
8. Aumento da permeabilidade da membrana celular ao Ca++
9. Lesão irreversíveldas mitocôndrias  por excesso de Ca++
10. Ruptura da membrana externa da célula
11. Morte celular

Agentes físicos:


Estes agentes podem atuar diretamente sobre a célula ou produzir seu efeito de maneira indireta, tornando inadequado o suprimento sanguíneo, lesando os vasos ou aumentando o metabolismo das células de tal maneira que o sangue existente se torna insuficiente.Temperatura, ação mecânica, radiação, variações repentinas de pressão, choque elétrico e efeitos magnéticos, por exemplo, podem ocasionar necrose.


Agentes químicos:


Compreendem substâncias tóxicas e não-tóxicas. Quase todos os produtos químicos em concentração suficiente podem exercer efeitos tóxicos e determinar a morte celular. Soluções concentradas de substâncias inócuas como osal e a glicose, podem causar destruição local dos tecidos, ao perturbar o equilíbrio osmótico celular.
Tem-se como exemplo: drogas, poluentes ambientais, inseticidas, herbicidas, sais mercuriais, venenos biológicos.




Agentes biológicos:


Bactérias, vírus e protozoários podem ocasionar danos celulares. As bactérias elaboram produtos tóxicos que podem armazenar-se no...
tracking img