Nao sei

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1854 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PRISCILA COSTA BERNARDES

A propaganda política e eleitoral presidencial na TV, a partir da abertura democrática no Brasil.

Projeto de pesquisa apresentado como exigência final da disciplina Projetos Experimentais II no curso de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda.

Orientadora Profª. Ma. Gisela Madureira

Petrópolis

2010INTRODUÇÃO

A finalidade desse projeto é propor um estudo sobre a propaganda política eleitoral como divulgação ideológica e como prática democrática eleitoral, além de toda a sua evolução dentro da história das campanhas presidenciais, a partir da abertura democrática no Brasil.

O trabalho analisará as ferramentas de comunicação utilizadas nas campanhas dos candidatos a Presidência daRepública, de seus partidos e das suas coligações políticas, além de ressaltar a utilização das estratégias de comunicação e marketing para fomentar suas ideologias durante a campanha de cada presidente.

Serão estudadas e analisadas as campanhas presidenciais dos candidatos Tancredo Neves, José Sarney, Fernando Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva.O estudo visa mostrar a utilização da TV como veículo de comunicação, para difundir as idéias políticas e partidárias dos candidatos à Presidência da República, além de mostrar os anseios populares perante os seus candidatados.

O estudo pretende entender quais os benefícios e malefícios da propaganda política nas campanhas eleitorais para Presidente da República, além de mostrarcomo essas estratégias são utilizadas para que o candidato obtenha ou não o maior número de votos perante a votação popular.

Para tanto a pesquisa vai estudar a abertura democrática no Brasil e como a Constituição de 1988 influenciou as campanhas presidenciais.

Através desse trabalho também se buscará analisar o movimento “Diretas Já”, um movimento civil de reivindicações poreleições presidenciais diretas no Brasil.

O estudo analisará a utilização da propaganda política e eleitoral como forma de captação de votos, e pretende entender de que forma a propaganda é utilizada por partidos políticos, coligações ou candidatos a Presidência da República, para a divulgação de propostas, visando a ocupar cargos eletivos. Além de observar, de forma analítica, ascampanhas presidenciais desde Tancredo Neves a Luiz Inácio Lula da Silva, e como a propaganda eleitoral e os chamados “marketeiros políticos” auxiliaram nessas campanhas.

Para tal analise será preciso entender o funcionamento e o aproveitamento do Horário Eleitoral Gratuito para candidatos a Presidência da República. Deste modo serão estudadas as campanhas eleitorais dos partidos, as propagandaspolítico-partidárias e eleitorais na TV, e como a utilização deste meio de comunicação afeta diretamente ou indiretamente os candidatos eleitos.

O trabalho vai se concentrar nas campanhas eleitorais na TV a partir da campanha para as eleições de 1984 de Tancredo Neves, até a campanha de 2005 de Luis Inácio Lula da Silva.

Sendo assim, dentro do contexto a ser pesquisado, aproposta é observar como ocorreu a transformação da propaganda política eleitoral desde 1984 até os dias atuais, e a transformação de muitos candidatos à Presidência em garoto-propaganda ou em produto político.

HIPÓTESE

A TV é uma grande aliada para as campanhas eleitorais presidenciais no Brasil a partir da campanha para as eleições de 1984 do então candidato Tancredo Neves.

Apropaganda política e eleitoral ganha cada vez mais destaque, mostra os candidatos como um novo “produto” da sociedade da informação e transforma muitos candidatos à Presidência em verdadeiros garotos-propaganda.

A propaganda política e eleitoral auxilia a captação de votos e é usada por partidos políticos ou candidatos, para divulgarem suas propostas, para elegerem seus candidatos à...
tracking img