Mulheres negras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (839 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma das características mais marcantes do Brasil atual são as desigualdades sociais, sendo estas praticadas em todos os níveis e categorias. Apesar dos avanços nas pesquisas, dos incessantesdebates, dos direitos conquistados a mulher permanece em condições de inferioridade em relação aos homens, desprovidas de uma organização autônoma somos regidas pelos interesses de uma classe que domina ocenário político, econômico, religioso e social, o homem branco. (*citação)
Nessa esfera de subordinação à colonização na sua estrutura vai marcar os papéis de cada agente social, atribuindoespaços, direitos, deveres, costumes e construindo até um imaginário para cada um desses agentes. Para as mulheres dessa ordem econômica os marcadores foram decisivos para compreender os reflexos nasociedade atual, no dualismo mulher branca e mulher negra as definições vinham a resumir de maneira generalizada o caráter desses opostos como descreve Giacomini “senhora, mães, castas, puras e brancascontrapõem-se a escravas, infanticidas, sensuais, lascivas, imorais, sem religião e negras.” (GIACOMINI p.77). Os estereótipos de hoje baseiam-se nessas associações do passado.
É inegável perceber como asociedade é um reflexo do seu passado histórico, no Brasil esses reflexos vão além da descriminação real, mas atinge até o imaginário acerca de cada categoria. Repensar os problemas que a escravidãoem si acarretou é analisar as conseqüências dessa dominação principalmente para as mulheres negras. Freyre alega “na há escravidão sem depravação sexual. É da essência mesma do regime.” (FREYREp.399, 2010), partindo da ideia de Freyre concebemos que nesse tipo de regime o uso e desuso do escravo, especificamente da escrava, é algo permissível, tolerável e legitimado, como afirma Giacomini “aapropriação do conjunto das potencialidades dos escravos pelos senhores compreende, no caso das escravas, a exploração sexual do seu corpo, que não lhe pertence pela própria lógica da escravidão.”...
tracking img