Movimentos sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
| |MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO |
| |SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA |
| |INSTITUTO FEDERALDE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS |
| |Campus Itumbiara |
















SOCIOLOGIA II


Nome: Caruline Cunha Ferreira e Gabriella Borges Lima.
Curso/Turma:Eletrotécnica, 2° ano.
Disciplina: Sociologia II.
Professora: Manuela Alvarenga do Nascimento.










Itumbiara – GO
Agosto/2012.
Marcha da Maconha

Marcha da Maconha é um evento que ocorre todo ano em diversos locais do mundo. Trata-se de um dia de luta e manifestações favoráveis a mudanças nas leis relacionadas a maconha, em favor da legalização da cannabis,regulamentação de comércio e uso (tanto recreativo quanto medicinal e industrial, tendo em vista as milhares de aplicações da cannabis em várias áreas). A Marcha da Maconha ocorre todo ano, no primeiro final de semana do mês de maio, porém no Brasil, como a data coincide com o Dia das Mães, pode ocorrer em outros finais de semana (geralmente em maio). Além da marcha em si ocorrem reuniões, caminhadas, encontros,concertos, festivais, mesas de debates, entre outros.

O evento começou em 1994. Mais de 485 cidades participam desde então. Existem nomes locais para o evento também. Como: Dia Mundial da Maconha, Dia da Liberação da Maconha, "Ganja Day", "J Day", Marcha da Maconha.

A Marcha da Maconhha caracteriza-se também por celebrar os estudos cientificos que revelam os diversos usos dacannabis, medicinalmente, industrialmente e religiosamente.

Uma das principais organizadoras do evento desde 1999 é Dana Beal e Cannabis Culture Magazine (site). Eles enviaram para muitos lugares banners e notícias por todo o mundo durante vários anos ajudando na divulgação dos eventos.





Brasil


No Brasil ocorreram passeatas seguindo o calendário internacional, pelo menos,desde 2002 no Rio de Janeiro. Em 2007 algumas cidades se articularam em torno do nome "Marcha da Maconha". Houve uma tentativa de fazer a Marcha da Maconha no Brasil em doze capitais no dia 04 de maio de 2008, mas houve uma grande repressão devido decisões judiciais que proibiam a Marcha na maioria delas.

Os juízes alegaram desde apologia ao uso de drogas até formação de quadrilha. A marchadeveria ocorrer em: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, João Pessoa, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, porém só ocorreu legitimamente em Recife, onde houve confusão e prisões. Já em 2009 e 2010 a Marcha da Maconha ocorreu pacificamente e sem maiores problemas em várias cidades, como Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Em 2011, porém, a justiça voltou aproibir a Marcha da Maconha em São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba, embora ela tenha ocorrido em Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Vitória e Niterói, entre outras.

Em 15 de junho de 2011, entretanto, o Supremo Tribunal Federal decidiu, por unanimidade, pela legitimidade da manifestação, entendendo que ela não faz apologia da droga e considerando que sua proibição é uma ameaça à liberdadede expressão, garantida pela Constituição. Na Marcha para Jesus de 2011, Silas Malafaia falou contra esta decisão, insinuando que após isto seriam aprovadas marchas a favor de crimes.









Depoimentos



Luís Guilherme Holl:

Depoimento de um usuário de maconha

22/06/11 10:41



Olá,

Gostaria primeiramente de parabenizar a iniciativa de disponibilizar a...
tracking img