Movimento negro nos eua

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1490 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MOVIMENTO NEGRO NOS EUA:MARTIN LUTHER KING,MALCOLM X,PANTERAS NEGRAS E BLACK POWER



Nos EUA o movimento negro teve inúmeras expressões, as três principais foram o reverendo evangélico Martin Luther King, que lutou pelos direitos civis dos norte-americanos; o Mulçumano Malcon X e o partido dos Panteras. Além das reivindicações sociais e políticas o movimento negro americano revoluciona omundo na década de 60 com o movimento “Black is Bealtiful”, a maior manifestação de auto afirmação da beleza negra de todos os tempos.










APRESENTAÇÃO



O inicio de tudo


Uma mulher negra se negou a ceder seu lugar para uma mulher branca em um ônibus. Foi presa. Um escândalo estava formado. Freqüentemente apopulação negra estava exposta a humilhações sem reação a tais atitudes. Mas este caso gerou uma forte mobilização na cidade.
Líderes negros de Montgomery organizaram um boicote na cidade: nenhum negro deveria mais utilizar o transporte público da cidade.
O protesto contra a segregação durou 381 dias, King foi um dos líderes da campanha e futuramente foi perseguido e ameaçado. A vitória veio e oboicote ao transporte público foi encerrado com a decisão da Suprema Corte Americana entendo como ilegal a segregação.
Comunidades negras ligadas à igreja Batista compunham a fundação da Conferência de Liderança Cristã do Sul (CLCS) criada em 1957, e Martin Luther King esteve a sua frente até a sua morte.
Sua ideologia era “não à violência” e “desobediência civil” preconizado por Mahatma Gandhi(líder religioso que promoveu uma revolução pacífica na Índia).
Mesmo com o discurso de paz, o período era de linchamentos aos negros enquanto o governo limitara-se a observar.
Também se tornou a pessoa mais jovem a receber o Nobel da Paz em 14 de outubro de 1964 em reconhecimento à sua liderança na resistência e na luta pelo fim do preconceito racial nos Estados Unidos.
King teve um papelimportantíssimo, com o perdão do superlativo, na luta racial e todo o movimento negro, plastificando ideais que são lembrados até os dias de hoje. Tinha um discurso conciliador de classes, moderador, uma pregação metade política, metade religiosa buscando a reflexão para a igualdade e o fim do racismo por intermédio da paz e do amor a Cristo, dando a outra face ao inimigo. Para alguns negros essa tentativade pacificação com o homem branco era calamitosa e covarde diante de tanto sofrimento causado por este. Acordos de defesa não foram bem quistos por todos. Em um de seus discursos King fez uma saudação a John Kennedy pelos avanços na questão racial. Tal postura causou divergência entre os negros que estavam em busca de um combate mais intenso.DESENVOLVIMENTO


Após 14 anos de luta, King é morto no dia 4 de abril de 1968. Foi assassinado aos 39 anos por um homem branco segregacionista em Menphis, sul do país. King foi o pastor líder do Movimento Pelos Direitos Civis.
Na medida em que as lutas raciais cresciam e tomaram maiores proporções no país, começou-se a discutir até que ponto um discurso pacificador resolveria de fato osproblemas que os negros enfrentavam: a proposta de uma radicalidade vem à tona.
Outros líderes vieram com novas idéias e alguns avanços e consciência sócio-racial. Vejamos.
O líder mulçumano Malcom X: o racismo versus burguesia
“Não existe capitalismo sem racismo”
Um orgulho negro embutido em suas palavras. Malcon X foi além de batalhas isoladas contra racistas fascistas de bairro, debelando umconjunto de instituições do sistema como responsáveis e articuladores do racismo. Uma lenda viva norte-americana. Além de defender o negro, seu movimento, seus hábitos e sua história trouxeram à tona como o capitalismo influencia a sociedade ao estabelecer relação de poder entre as classes.
“Martin Luther King, pobre garoto. Está sob influência dos fascistas. Está sendo criado pelos fascistas...
tracking img