Mordenismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1018 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice
* Índice.............................................................. 01
* Introdução....................................................... 02
* Primeira fase do modernismo.......................... 03
* Primeira fase do modernismo.......................... 04
* Segunda fase do modernismo “prosa”............. 05
* Principais autores eobras................................. 06
* Principais autores e obras................................. 07
* Principais autores e obras................................. 08
* Segunda fase do modernismo “poesia”............ 09
* Principais poetas e obras.................................. 10
* Principais poetas e obras.................................. 11
* Principais poetas eobras.................................. 12
* Conclusão......................................................... 13
* Bibliografia...................................................... 14

Introdução
Neste trabalho, a qual nos foi proposto e apresentado, procuramos analisar pesquisando sobre o modernismo do qual buscamos aprimorar e aprender nossos conhecimentos sobreos seus acontecimentos no período moderno. É a fase mais radical justamente em consequência da necessidade de definições e do rompimento de todas as estruturas do passado. Caráter anárquico e forte sentido destruidor.

A Semana de Arte Moderna durou três dias e reuniu poetas, escultores, pintores, músicos e intelectuais ligados à "Nova Arte". Iniciou-se calma, com a palestra "A estética na artemoderna", exposta por Graça Aranha, um dos padrinhos do evento. A Semana de 22 veio com o objetivo de destruir as velhas formas artísticas na literatura, música e artes plásticas. O momento sensacional da semana deu-se na segunda noite, quando Ronald Carvalho leu um poema de Manuel Bandeira chamado “os sapos” que era uma ironia violenta aos parnasianos.
* A primeira fase modernista seestende de 1922 á 1930. Também é marcada pelos manifestos nacionalistas: do Pau-Brasil, da Antropofagia, do Verde-Amarelo e o da Escola da Anta. Podemos destacá-los da seguinte forma:
• Manifesto Pau-Brasil: escrito por Oswald de Andrade, publicado no jornal “Correio da Manhã”, em 18 de março de 1924, apresentou uma proposta de literatura vinculada à realidade brasileira e às características culturaisdo povo brasileiro, com a intenção de causar um sentimento nacionalista, uma retomada de consciência nacional.
• Antropofagia: publicado entre os meses de maio de 1928 e fevereiro de 1929, sob direção de Antônio de Alcântara Machado, surgiu como nova etapa do nacionalismo “Pau-Brasil” e resposta ao “Verde-Amarelo”. Sua origem se dá a partir de uma tela feita por Tarsila do Amaral, em janeiro de1928, batizada de Abaporu ( aba= homem e poru = que come). Assinado por Oswald de Andrade tinha, como diz Antônio Cândido, “uma atitude brasileira de devoração ritual dos valores europeus, a fim de superar a civilização patriarcal e capitalista, com suas normas rígidas no plano social e os seus recalques impostos, no plano psicológico”
• Verde-Amarelo: este movimento surgiu como resposta ao“nacionalismo afrancesado” do Pau-Brasil, em 1926, apresentado, principalmente, por Oswald de Andrade, liderado por Plínio Salgado. O principal objetivo era o de propor um nacionalismo puro, primitivo, sem qualquer tipo de influência.
• Anta: parte do movimento Verde-Amarelo representa a proposta do nacionalismo primitivo elegendo como símbolo nacional a “anta”, além de vangloriar a língua indígena“tupi”.
Através das características desses manifestos, temos por análise a identificação de duas posturas nacionalistas distintas: de um lado o nacionalismo consciente, crítico da realidade brasileira, e de outro um nacionalismo ufanista, utópico, exacerbado.
* Os principais escritores da primeira fase do Modernismo são:
Mário de Andrade - Foi um pesquisador que se interessou pelas mais...
tracking img