Modernismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5899 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MODERNISMO

INTRODUÇÃO

Ao aproximar-e o século XX, a humanidade começa a experimentar um estado de insatisfação em relação a toda atividade realizadas nos mais diferentes domínios, a tudo a que se convencionara chamar de “civilização”. Um clima de instabilidade paira no inicio do momento atual, e o homem verifica que os valores conquistados ao longo da trilha temporal por ele percorrida, nãoalimentam seu espírito, nem respondem a seus anseios.
Esse desapontamento desperta-lhe então, a necessidade de romper com o passado para introduzir uma nova maneira de ser, que melhor correspondesse a sua natureza e que o levasse de volta as origens primitivas.
Os grandes acontecimentos mundiais, que vinham ocorrendo desde 1980, refletem esse estado de insegurança, de frustração, ou, até mesmo,de revolta contra um passado cheio de tão profundas contradições. Até o final do século anterior, a Europa dirige o mundo, conduz o rumo da História, e duas grandes potências -Alemanha e Inglaterra- dominam o panorama mundial.
Com a segunda Revolução Industrial – a do aço, do petróleo e da eletricidade – essas nações alcançaram enorme desenvolvimento e iniciam a expansão pela Ásia pela África,confirmando seu poderio, buscando novos mercados e novas fontes de matérias primas. Essa movimentação no cenário provoca deslocamento no eixo da História. È então que ela começa a ser mundial e não só européia, como acontecera até aquela época.
Um fato brutal assustará o mundo: a 1ª Grande Guerra. Após essa conflagração de proporções até então desconhecidas pela humanidade, sucedem-se grandestransformações alicerçadas na idéia de nacionalismo, e novas correntes ideológicas, como o nazismo, o fascismo e o comunismo, começam a provocar intensas agitações.

Outro conflito ainda maior eclodirá (1939-1945), e duas novas e poderosas potências irão despontar no panorama internacional, passando a disputar entre si o domínio do mundo. Não é possível conceber a arte desligada dessa movimentaçãodesencadeada no cenário histórico. Na trajetória de sua evolução, ela também se renova para acompanhar o processo histórico, tentando romper com o passadismo e procurando levar o homem às suas raízes.

A arte contemporânea - na pintura, escultura, música e literatura – caracteriza-se por esse anelo de renovação, espelhará a necessidade de o homem retornar as suas origens, marcará o desgosto e adecepção em relação a todo o passado.

O Modernismo foi a mais radical ruptura com o passado na História da Arte. A rebeldia modernista era tal que movimento atacou a própria modernidade, ao mesmo tempo em que se tenha muito entusiasmo pelos tempos modernos. A energia criativa do modernismo, que se estendeu do século XIX até anos 60 do século XX, gerou um dos períodos culturais mais ricos dahistória.Foram tempos em que as artes vivenciaram um experimentalismo nunca antes visto em que se buscou incessantemente uma total liberdade de expressão.

CONTEXTO HISTÓRICO

PRÉ-MODERNISMO

O pré modernismo deve ser situado nas duas décadas iniciais deste século, até 1922, quando foi realizada a Semana da Arte Moderna. Serviu de ponte para unir os conceitos prevalecentes do Realismo,Naturalismo, Parnasianismo e Simbolismo.

O Pré-Modernismo não foi uma ação organizada nem um movimento e por isso deve ser encarado como fase.

Não possui um grande número de representantes mais conta com nomes de imenso valor para a literatura brasileira que formaram a base dessa fase.

Modernismo

O modernismo foi um movimento literário e artístico do início do séc. XX, cujo objetivo era orompimento com o tradicionalismo (parnasianismo, simbolismo e a arte acadêmica), a libertação estética, a experimentação constante e, principalmente, a independência cultural do país. Apesar da força do movimento literário modernista a base deste movimento se encontra nas artes plásticas, com destaque para a pintura

O nome deste movimento deve-se a loja que o alemão Samuel Bing abriu em Paris no...
tracking img