Mip do abacaxizeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7429 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MIP DO ABACAXIZEIRO

* PRAGASCHAVE

Broca-do-fruto: Strymon megarus (=Thecla basilides) (Lepidoptera: Lycaenidae)

Ovos - depositados sobre as escamas da inflorescência, antes ou após a sua abertura ou no pedúnculo floral;
Lagartas - após a eclosão, penetram nos frutos no ponto de formação, provocando exsudação. São amareladas com manchas vermelho escura, podendo alimentar dasfolhas do abacaxi;
Pupas - de coloração marrom, ocorrendo na planta preso por um fio de seda;
Adultos - borboleta de asas anteriores cinza-brilhante e bordos escuros com franja esbranquiçada. As asas posteriores possuem manchas claras, além de um par de apêndices.
Injúrias - as lagartas abrem galerias no interior do fruto, provocando deformações, além de cheiro e sabor desagradável e presençade resina (exsudação), os quais perdem o valor comercial. A exsudação causada pela fusariose se dá no “olho do frutinho”, não confundir com a exsudação produzida devido ao ataque da lagarta.

Cochonilha-do-abacaxi: Dysmicoccus brevipes (Homoptera: Pseudococcidae)

Adulto recoberto por pulverulência. Sem a pulverulência é de coloração rosada e mede cerca de 1 mm de comprimento. Localizam-senos frutos, axilas das folhas e raízes. Vivem em mutualismo com formigas lava-pé por protocooperação, onde as formigas protegem a colônia da cochonilha, cobrindo-as com terra, dificultando o controle e molestando o agricultor. Quando o ataque ocorre na parte mais aérea da planta como nos frutos, as formigas protegem as cochonilhas do ataque de joaninhas e outros inimigos naturais.
Injúrias -sucção de seiva e injeção de toxina. Transmite a “murcha do abacaxi”, que causa sérias perdas à cultivar “Smooth Cayene”.

* PRAGAS SECUNDÁRIAS

Ácaro alaranjado, Dolichotetranychus floridanus (Acari: Tenuipalpidae)
Injúrias - quando a infestação é grande as plantas podem apresentar sinais de murcha e nessas condições afetam a produção de abacaxi. Causam lesões necróticas e, em altainfestações podem causar murcha.

Broca-do-talo, Castnia icarus (Lepidoptera: Castniidae)
Injúrias - as lagartas danificam as folhas centrais da roseta, posteriormente, aloja-se no talo, onde permanece alimentando-se deste, que dependendo da idade da planta, pode destruí-lo completamente. Quando não ocorre a morte da planta, esta emite uma brotação lateral. Também, pode atacar os frutos apartir da base do mesmo.

* ESTRATÉGIAS E TÁTICAS DE MANEJO E CONTROLE

Controle cultural

* Coleta e destruição de lagartas ou plantas atacadas (broca);
* Destruição dos restos culturais logo após a colheita (todas as pragas);
* Plantio de mudas sadia e uniforme (florescimento homogêneo) e de variedade menos suscetível à doenças;
* Limpeza da base da planta e destruição deninhos de formigas lava-pé (favorece o controle biológico da cochonilha);
* Controle de plantas daninhas;
* Poderá optar-se por plantio em fileira simples para facilitar os tratos culturais - limpeza da base da planta e coleta de lagartas da broca gigante.

Controle biológico

* Uso de Bacillus thuringiensis para controle de broca do fruto, com pulverizações desde o florescimento;* C.B. Natural da cochonilha por formigas, joaninhas (Scymnus sp.) e outros predadores, além de parasitóides como Anagyrus coccidivorus, Anastatus ananastis. Moscas Tachinidae parasitóides da broca-do-fruto e broca gigante.

Resistência de plantas

* Optar pelo plantio da variedade Pérola, em áreas com ataque de cochonilha (mais tolerante a murcha), que a variedade “Smooth Cayenne”.Controle químico

* Deve ser direcionado para o local de ataque da praga alvo;
* Uso de produtos sistêmicos para a cochonilha na época das chuvas (aldicarb - recomendado pela pesquisa, mas não registrado no Ministério da Agricultura

MIP DA ACEROLEIRA

* PRAGASCHAVE

Pulgões, Aphis citricidus (Homoptera: Aphididae)
Toxoptera citricidus Homoptera: Aphididae)...
tracking img