Entrevista com bernard charlot

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8884 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Desafios da educação na contemporaneidade: reflexões de um pesquisador* - Entrevista com Bernard Charlot
Entrevista concedida a

Teresa Cristina Rego Lucia Emilia Nuevo Barreto Bruno
Universidade de São Paulo

Correspondência: Bernard Charlot Núcleo de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática - UFSe Av. Marechal Rondon, s/n 49100-000 - São Cristóvão – SE e m a i l :bernard.charlot@terra.com.br

*Editada por Ana Paula Carneiro Renesto.

Em entrevista concedida à revista Educação e Pesquisa em julho de 2009, o francês Bernard Charlot, radicado no Brasil desde o início dos anos 2000, reflete sobre sua formação acadêmica, sua trajetória intelectual e, principalmente, sobre alguns problemas relevantes da educação atual (da escola básica e do ensino superior). Conhecido porseus importantes estudos sobre a compreensão da relação que as pessoas mantêm com o saber, Charlot demonstra neste texto seu grande compromisso com a prática educativa e com a atividade de pesquisa. Nascido em 1944 em Paris, Charlot é graduado em Filosofia e doutor pela Universidade de Paris 10. Sua experiência como docente é significativa: foi professor da Universidade de Túnis, na Tunísia, e devolta à França, da École Normale (Instituto de Formação de Professores), em Le Mans, e da Universidade Paris 8. Nessa instituição, onde atuou por 16 anos, idealizou e fundou a ESCOL (Educação, Socialização e Comunidades Locais), equipe de pesquisa de grande projeção internacional, voltada à investigação das relações com os saberes (especialmente com o objetivo de esclarecer de que forma os alunosde diferentes classes sociais se apropriam deles) e de outros temas cruciais relacionados à educação como violência na escola, territorialização das políticas educacionais e globalização. No Brasil, Charlot já trabalhou como professor-visitante na Universidade Federal de Mato Grosso. Desde 2006, é professor visitante na Universidade Federal de Sergipe. Atualmente é também professor afiliado daUniversidade do Porto (Portugal). É autor de uma série de livros, entre os quais: A mistificação pedagógica: realidades sociais e processos ideológicos na teoria da educação. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979; Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Trad. Bruno Magne. Porto Alegre: Artmed, 2000; Os jovens e o saber: perspectivas mundiais. Trad. Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2001;Relação com o saber, formação dos professores e globalização : questões para a educação hoje. Porto Alegre: Artmed, 2005; e Jovens de Sergipe: como são eles, como vivem, o que pensam. Aracaju: Governo de Sergipe, 2006.

Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 36, n. especial, p. 147-161, 2010

145

Challenges of education in contemporaneity: thoughts of a researcher* - An interview with BernardCharlot
Conducted by

Teresa Cristina Rego Lucia Emilia Nuevo Barreto Bruno
Faculdade de Educação - USP

Contact: Bernard Charlot Núcleo de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática - UFSe Av. Marechal Rondon, s/n 49100-000 - São Cristóvão – SE e-mail: bernard.charlot@terra.com.br

During an interview given to Educação e Pesquisa magazine in July 2009, Bernard Charlot, a Frenchintellectual who has lived in Brazil since the early 2000s, reflects on his academic background, his intellectual itinerary and especially on some current education problems (from elementary school to higher education). Known for his important studies on the relationship people have with knowledge, Charlot shows in this text his great commitment to teaching practice and to research. Born in 1944 inParis, Charlot graduated in philosophy and holds a Ph. D. in philosophy from the University of Paris 10. He has large teaching experience: he was a professor at the University of Tunis, in Tunisia and, back in France, at Ecole Normale (an institute that licenses teachers), in Le Mans, and at the University of Paris 8. In this institution, where he worked for 16 years, he conceived and founded ESCOL...
tracking img