Mineralogia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1040 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro de Desenvolvimento Tecnológico – CDTec/Ufpel
Engenharia Geológica 2011/2
Desenho Geológico e Geometria Descritiva

Caroline Tabelião
Luciana Ollé

RELATÓRIO TÉCNICO DE DESENHO GEOLÓGICO

Pelotas, Julho de 2012
SUMÁRIO | Pág |
Introdução | 2 |
Métodos de Trabalho | 3 |
Desenvolvimento do Trabalho | 4 |
Determinando as linhas do contado geológico | 4 |Construção do perfil geológico sem exagero vertical | 5 |
Determinando o limite do afloramento da rocha B, e sua atitude | 5 |
Conclusão | 6 |
Referências Bibliográficas | 7 |
Anexos | - |
Memorial de Cálculos | 9 |
Planta Topográfica e Perfil Geológico | 10 |

1. INTRODUÇÃO

O desenho geológico tem como objetivo desenvolver a percepção e odimensionamento de estruturas geológicas tanto em planta, como em modelos tridimensionais. Neste trabalho foram desenvolvidas técnicas de projeções por métodos trigonométricos da representação do terreno em perfil geológico, representando as estruturas nas quais estão dispostas em subsuperfícies.

2. MÉTODOS DE TRABALHO

Para a execução do trabalho, foram utilizadas as literaturas de Castanho eRagan, que nos mostram a importância do conhecimento do desenho geológico no meio dos ramos da mineração e da geologia estrutural, assim como depósitos minerais, entre outros. Os materiais utilizados para o desenvolvimento do exercício foram:
* Régua precisa
* Transferidor
* Par de esquadros
* Curva francesa
* Escalimêtro
* Lápis para desenho técnico
* Folha milimetrada A33. DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO

Através dos dados fornecidos juntamente com as atitudes dos planos pré-estabelecidos, a execução do trabalho se deu pelos seguintes passos.
- Determinando as linhas do contado geológico A e B, bem como as linhas do contato B e C:
1. Posicionamos o mapa geológico representativo da área com as curvas de níveis, coincidindo o norte do mapa com o flancolateral de maior magnitude da folha milimetrada A3;
2. Determinamos a escala de 1:12.500 cm (escala real);
3. Em seguida traçamos os plano que dos pontos 1 (atitude 122-55), e da mesma maneira conectando os pontos do planos 2 (atitude 050-35). Assim utilizando a regra da mão esquerda (somando 90° em sentido horário) determinamos o sentido do mergulho das camadas, onde a camada 2 mergulhapara sudeste e a camada 1 mergulha para sudoeste;
a. Determinamos as linhas de contorno estrutural por métodos trigonométricos (memorial de cálculo), na qual a distância horizontal obtida para o ponto 1 foi de 0,56 cm (já convertido pela escala), plano este pré-estabelecido como um plano que intercepta a curva de nível de 900 m de altitude.
b. Para o ponto 2 foi utilizado a mesma técnica doponto 1, onde a distância horizontal é 1.1 cm em mapa (memorial de cálculo) e o seu plano de referencia encontra-se interceptando a curva de nível de 900 m de altitude.
4. Sabendo as atitudes e as distâncias horizontais de ambos os planos, traçamos as linhas de contorno estruturais, representativas de cada cota altimétrica (espaçamento de 100 em 100 metros);
5. Após as determinações daslinhas de contorno estrutural marcamos os pontos que interceptam as suas respectivas curvas de níveis (ex: linha de contorno de 1.200 intercepta a curva de nível de 1.200);
6. Depois de marcados todos os pontos dos planos, os interconectamos de forma que as projeções das litologias destes planos fiquem representadas em planta. Assim determinando os limites litológicos.
- Construção do perfilgeológico sem exagero vertical:
1. O perfil escolhido traçado no mapa foi obtido de forma que corte as estruturas do plano 2 de maneira que se obtenha o maior mergulho das camadas, ou seja, perpendicular às linhas de contorno estrutural do plano 2. Este perfil tem direção NW-SE.
2. Exportamos os pontos que interceptam a linha do perfil no mapa, com as linhas das curvas de níveis, assim...
tracking img