Microbiota normal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3630 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE – CCS
Departamento de Microbiologia e Parasitologia

Disciplina de Microbiologia Geral

MICROBIOTA OU FLORA NORMAL.
1. INTRODUÇÃO.
Os animais e os seres humanos, geralmente são livres de microorganismos quando
no útero materno. Ao nascimento, populações microbianas normais e características
começam a se estabelecer de imediato. No ser humano, o primeirocontato entre o recémnascido e os microorganismos ocorre na passagem pelo trato vaginal da parturiente, a
qual possui uma multiplicação intensa de lactobacilos imediatamente antes do parto,
tornando-se os microorganismos predominantes do intestino do bebê.
Com a respiração e o início da alimentação, mais microorganismos são
introduzidos no corpo do recém-nascido a partir do meio ambiente. A E. colie outras
bactérias provenientes dos alimentos começam a habitar o intestino. Esses
microorganismos permanecerão nesse sítio para o resto da vida do indivíduo e, em
resposta as mudanças anormais, podem aumentar ou diminuir o seu número, contribuindo
para o surgimento de doenças.
O corpo humano possui 10 vezes mais células bacterianas do que células
humanas. Os microorganismos que estabelecemresidência permanente (colonizam), mas
não geram doenças, em condições normais, no seu hospedeiro são chamados de
microbiota normal ou flora normal, do corpo (Quadro 07). Outros, denominados
microbiota transiente podem estar presentes por vários dias, semanas ou mesmo meses,
e depois desaparecem.
Muitos fatores determinam a distribuição e a composição da microbiota normal.
Entre eles estãonutrientes, fatores físicos e químicos, defesas do organismo hospedeiro e
fatores mecânicos. Os micróbios variam de acordo com os tipos de nutrientes que eles
podem utilizar como fonte de energia. Consequentemente, esses micróbios colonizam
apenas os sítios do corpo que podem supri-los com os nutrientes apropriados. Esses
nutrientes podem ser derivados de produtos celulares secretados ouexcretados,
substâncias de fluídos corpóreos, células mortas e alimentos no trato digestório. Entre os
fatores físicos e químicos que influenciam o crescimento dos microorganismos e, assim, a
composição e o crescimento da flora normal estão o pH, a presença de oxigênio e
dióxido de carbono, a salinidade e a luz solar. Além disso, o corpo humano e animal
possuem uma variedade de defesas contra osmicroorganismos que matam ou inibem o
seu crescimento, impedem a adesão às superfícies e neutralizam suas toxinas.
Determinadas regiões do corpo estão sujeitas a forças mecânicas que podem afetar
a colonização pela microbiota normal. Por exemplo, a ação de mastigação dos dentes e a
movimentação da língua podem desalojar microorganismos adsorvidos aos dentes e às
superfícies mucosas. No restantedo trato digestório, o fluxo de saliva e secreções
digestivas e os vários movimentos musculares da garganta, do esôfago, do estômago e
dos intestinos podem remover micróbios desalojados. A ação da descarga da urina
também pode remover micróbios soltos no trato urinário. No sistema respiratório, o muco
prende microorganismos que são propelidos em direção à garganta pelo movimento ciliar
1Prof. Daniel Roulim Stainki
UFSM

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE – CCS
Departamento de Microbiologia e Parasitologia

Disciplina de Microbiologia Geral

das células desse sítio para posterior eliminação.
Quadro 07 – Microbiota normal por região do corpo no ser humano.
Região
Pele

Microbiota encontrada
Propionibacterium,

Staphylococcus,
Corynebacterium,
Micrococcus, Acinetobacter,Brevibacterium,
Pityrosporum
(fungo),
Candida
(fungo)
e•
Malassezia (fungo).


Comentários
A maioria dos micróbios em contato
direto com a pele não se torna
residente devido a secreções de
glândulas de óleos e suor, que
possuem
propriedades
antimicrobianas.
A queratina é uma barreira
resistente, e o baixo pH da pele inibe
os micróbios.
A pele apresenta-se com baixa...
tracking img