Microbiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4562 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS IFAL Coordenadoria de Química

Microbiologia Parte Prática

Profº. Dr. Celso Caldas

1.

INTRODUÇÃO
Um grande segmento industrial se utiliza laboratórios de Microbiologia para realização de seus controles de qualidade, uma vez que ajuda desde o controle da matéria-prima até o produto final, detectando e controlandomicrorganismos que podem acarretar muitos problemas na indústria. Com o uso de métodos adequados e analistas treinados na detecção desses microrganismos e com procedimentos de assepsia pode-se reduzir as perdas, melhorando, conseqüentemente, o rendimento do processo industrial. O laboratório de Microbiologia em uma indústria permite: • • • • • • Avaliar a qualidade da matéria-prima; Avaliar a assepsia dosequipamentos e utensílios; Avaliar o efeito de produtos de assepssia como, por exemplo, ação de bactericida utilizada; Monitorar etapas dos processos produtivos; Avalia a qualidade dos produtos fabricados para consumo; Prevenir doenças advindas de água e alimentos de consumo contaminados.

2.

INSTRUÇÕES GERAIS
- Antes de se iniciar as análises, limpar as bancadas de trabalho com detergente elogo após com álcool etílico 70%; - Limitar as possíveis fontes de infecção, observando a limpeza das mãos, unhas e cabelos; - Não levar à boca certos objetos de trabalho como lápis, rótulos etc; - Familiarizar-se bem com todos equipamentos que deverão ser utilizados, conservando-os limpos e esterilizados; - As alças de platina e parte do suporte das alças devem ser flambadas imediatamente antese após o uso; - Não anotar resultados em papéis soltos e tomar nota de todos os detalhes observados no decorrer das análises; - Não se deve abrir tubos e placas indiscriminadamente. Quando necessário abrir uma placa, não se deve aspirar para sentir qualquer odor produzido por culturas. Conter suficientemente a respiração; - As placas de Petri e tubos de ensaio deverão ser etiquetados constando:natureza da amostra, data de coleta, diluição etc. - Caso ocorram ferimentos por material usado nas análises microbiológicas, desinfetar imediatamente com álcool etílico 70%. Dependendo da gravidade, procurar um médico.

3.

TÉCNICAS DE ESTERILIZAÇÃO

Esterilizar um material é destruir todos os microrganismos nele existente. Desinfetar um material é destruir apenas os microrganismospatogênicos. Assim, a desinfecção é um caso particular de esterilização que se refere especialmente à eliminação de germes patogênicos, sem que haja necessariamente a destruição de todos microrganismos. De todos os processos empregados para eliminar microrganismos, o calor é o mais eficiente e econômico. O calor empregado pode ser seco ou úmido. Calor seco Este tipo de calor promove a oxidação violenta doscomponentes do plasma. Sua eficiência é relativamente baixa porque não tem muita capacidade de penetração. As temperaturas necessárias para esterilização pelo calor seco são de 160°C a 180°C durante um mínimo de duas horas, porém, nem todos os materiais podem ser submetidos a essas temperaturas. A flambagem é utilizada nos laboratórios de microbiologia para esterilizar alças e fios de platina,bocas de tubos de ensaio e outros instrumentos. Consiste em passar o material diretamente na chama do bico de Busen ou da “lamparina”. Calor úmido É muito mais eficiente que o calor seco para trabalhos de esterilização, visto que tem alta capacidade de penetração e pode ser utilizado para grandes variedades de materiais, inclusive biológicos. Existem, basicamente, três tipos de esterilização atravésdo calor úmido: Pasteurização, Tyndalização e Vapor Sobre Pressão. Pasteurização: Consiste no aquecimento a 62 °C durante 30 minutos seguido de um resfriamento brusco. Visa a destruição de microrganismos patogênicos e não a eliminação total de germes contaminantes. A temperatura de 60°C durante 1 hora mata a forma vegetativa de todos os microrganismos, com exceção dos termófilos. A 100°C...
tracking img