Micotoxinas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5501 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Micotoxinas

Aspergillus flavus

AS MICOTOXINAS
Os fungos são elementos microbianos
encontrados em todos os lugares, seja
na água, no ar ou no solo. Existem
milhares de espécies de fungos e, dentre
estes milhares, algumas espécies atacam
ou apenas sobrevivem em produtos
agrícolas. Alguns destes fungos possuem a
capacidade de produzir toxinas, chamadas
de micotoxinas.
32

FOODINGREDIENTS BRASIL Nº 7 - 2009

www.revista-fi.com

A

???????

história das micotoxinas
começa em 1960,
quando um surto de
mortes inexplicáveis
de aves no
Reino Unido
(especialmente
perus) foi
investigado.
O surto ficou
mundialmente conhecido como turkey
x disease. Chegou-se à conclusão que
o problema estava na ração, a qual
havia sido produzida com amendoim
importado da Áfricae do Brasil.
Esse amendoim estava contaminado
com uma substância fluorescente
produzida pelo fungo A spergillus
flavus. Da expressão inglesa A. flavus
toxin derivou a palavra aflatoxina.
Hoje, é de conhecimento geral que
não existe uma aflatoxina, mas no
mínimo 17 compostos tóxicos, dentre
os quais os mais importantes são as
aflatoxinas B1, G1, B2 e G2, sendo que
a aflatoxina B1 (AFB1)é considerada
o agente natural mais carcinogênico
que se conhece. Por conta disso e

pela prevalência deste fungo (e de
outras espécies produtoras), é a mais
importante micotoxina no Brasil.
A partir de 1962, quando se
estabeleceu as causas do surto,
pesquisas subseqüentes encontraram
outros fungos produtores de
substâncias tóxicas diferentes. A
Tabela 1 oferece uma visão geral dasmais importantes micotoxinas.
Os piores efeitos das micotoxinas
no homem tendem a ser os crônicos,
de difícil associação com o consumo de
alimentos contaminados. Os principais
efeitos registrados são indução de
câncer, lesão renal e depressão do
sistema imune.
Uma vez que as micotoxinas
costumam ser termoestáveis, a
abordagem preventiva em relação a
elas é de suma importância. Evitar
acontaminação pelos fungos é
freqüentemente impossível, visto que
os principais bolores toxigênicos são
bastante disseminados pelo ambiente.
Portanto, restam estratégias ligadas
à utilização de linhagens de plantas
resistentes à colonização fúngica,

colheita apropriada, estocagem
adequada, controle de insetos e
roedores, controle de temperatura e
umidade, tempo de estocagem dentro
doslimites de vitalidade dos grãos, e,
eventualmente, irradiação dos grãos.
Existem micotoxinas que são
benéficas para o homem, como é o
caso da penicilina, mas com efeitos
tóxicos apenas para a bactéria que
lhe é sensível. Nos cultivos agrícolas,
existem aproximadamente 100 fungos
encontrados no próprio campo de
produção ou em produtos alimentares
armazenados, e que são capazes deproduzir micotoxinas, sendo que 20
tipos de fungos são causadores de
doenças em animais que podem levar
a problemas de saúde e, inclusive, à
morte.
Por estarem presentes em quase
todos os lugares, os fungos produtores
de micotoxinas são capazes de
germinar, crescer e produzir toxinas
em uma grande variedade de produtos
agrícolas. Para que isto aconteça
devem haver condições favoráveis deumidade, temperatura e aeração.

TABELA 1 – PRINCIPAIS MICOTOXINAS COM SEUS RESPECTIVOS
FUNGOS PRODUTORES, SUBSTRATOS E EFEITOS NO HOMEM E NOS ANIMAIS
Principais substratos

Principais fungos produtores

Principal toxina

Efeitos

Amendoim e milho.

Aspergillus flavus e
Aspergillus parasiticus

Aflatoxina B1

Hepatotóxica, nefrotóxica
e carcinogênica.

Trigo, aveia, cevada, milhoe arroz.

Penicillium citrinum

Citrinina

Nefrotóxica para suínos

Centeio e grãos em geral.

Claviceps purpurea

Ergotamina

Gangrena de extremidades
ou convulsões

Milho

Fusarium verticillioides

Fumonisinas

Câncer de esôfago

Ocratoxina

Hepatotóxica, nefrotóxica
e carcinogênica.

Penicillium expansum e
Penicillium griseofulvum

Patulina

Toxicidade...
tracking img